PUBLICIDADE
Ceará
OCUPAÇÃO

Acampamento do MST Ceará sofre ação de despejo nesta quinta-feira

O despejo no acampamento do MST Ceará teve início por volta de 10 horas da manhã desta quinta-feira, 6

17:38 | 06/12/2018
casa sendo removida
As casas do acampamento Zé Wilson foram removidas com tratores. (Foto: Divulgação)
As 30 famílias que estão vivendo no acampamento Zé Wilson do Movimento dos Sem-Terra (MST) foram surpreendidas por volta de 10 horas da manhã desta quinta-feira, 6, com ação de despejo. Ocupada em abril deste ano, a fazenda São Domingos fica situada no município de Lavras da Mangabeira, a 460 quilômetros de Fortaleza.
 
Conforme informações da assessoria de comunicação do MST Ceará, não foi dado aviso prévio da ação desta quinta. Três viaturas da Polícia Militar, advogados dos proprietários da área, representantes do Conselho Tutelar e tratores estão na ocupação para remoção das casas e dos pertences das famílias.
 
A assistente social Rosi Lemos, militante do MST Ceará, relata sobre o desespero das famílias. “Elas se encontram vulneráveis já que não têm para onde ir. Até o momento, grande parte dos pertences dos acampados foi jogado em cima dos caminhões. Os animais também estão no mesmo processo e a tensão só aumenta. As famílias estão tentando permanecer, mas a cada instante se agrava”.
 
Sobre a ação de despejo no acampamento Zé Wilson, a assessoria de comunicação da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foi contatada pelo O POVO Online e afirma se tratar de uma reintegração de posse. “Segundo informações repassadas pelo Destacamento Policial de Lavras da Mangabeira, houve uma reintegração de posse dentro da legalidade e não foram registradas prisões”.
 
moradores do MST
Moradores pretendem permanecer no local. (Foto: Divulgação)
Nos dois últimos meses, o MST Ceará tem sido afetado por outras ações de despejo. As famílias do acampamento Zé Maria do Tomé, com pedido de reintegração de posse, em Limoeiro do Norte-CE, foram despejadas. Além disso, o 17 de Abril, em Santana do Acaraú-CE, passou por despejo no último dia 28 de novembro. Já o acampamento Vida Nova, em Mauriti-CE, está previsto para ser removido no próximo dia 19 de dezembro.

LARISSA CARVALHO