PUBLICIDADE
Notícias

Juazeiro do Norte decreta situação de emergência por escassez no abastecimento de combustíveis

Conforme decreto do prefeito, todas as empresas que comercializem combustíveis no município devem assegurar prioridade para atendimento dos serviços públicos essenciais

08:58 | 30/05/2018
NULL
NULL
[FOTO1]
O prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, decretou situação de estado de emergência no Município, em virtude da paralisação nacional dos caminhoneiros, iniciada em 21 de maio, que acarretou o desabastecimento parcial de combustível.
 
O chefe do Executivo convocou reunião com os secretários na manhã desta terça, 29, para planejar as principais ações emergenciais, em função da escassez de combustíveis nos postos de abastecimento.

Com isso, estarão sendo priorizadas as áreas da educação, saúde e social, para que a população juazeirense não fique desassistida. Arnon Bezerra destacou a sua preocupação para que não falte atendimentos em setores básicos emergenciais, em função do interesse público, garantindo o bem-estar da coletividade.
[SAIBAMAIS]
Conforme o decreto, todas as empresas que comercializem combustíveis no município devem assegurar prioridade para atendimento dos serviços públicos essenciais, como transporte escolar, trânsito de ambulâncias, veículos do TFD (Tratamento Fora do Município), coleta de lixo, trânsito de viaturas das polícias, Demutran e Guarda Civil, fornecimento de gás de cozinha, fornecimento de oxigênio, exercício das atividades próprias do Conselho Tutelar, além da Defesa Civil.

As empresas que comercializam combustíveis realizarão o abastecimento dos veículos do Município, em conformidade com o preço de mercado vigente da data de realização do abastecimento, devendo o processamento das despesas ser realizado conforme disposições legais previstas por Lei Federal.

Educação

Na manhã desta terça-feira, 29, 80% da frota do transporte escolar foi paralisada em virtude da falta de combustível, problema sanado às 12 horas do mesmo dia, com todos os veículos reabastecidos. Nesta quarta-feira, 30, haverá aula normal, não ocasionando prejuízos aos alunos.
 
O POVO Online entrou em contato com a assessoria da Prefeitura para obter uma declaração sobre o decreto. Entretanto, até o momento do fechamento da matéria, não recebeu resposta.
 
 
Redação O POVO Online 
TAGS