Participamos do

Conselho de Enfermagem interdita duas unidades de saúde em Juazeiro do Norte

Fiscalização apontou irregularidades na estrutura física dos locais. Segundo Conselho, Secretaria de Saúde não obedeceu prazo para resolver falhas
23:53 | Abr. 13, 2022
Autor Luciano Cesário
Foto do autor
Luciano Cesário Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Conselho Regional de Enfermagem do Ceará (Coren-CE) interditou duas Unidades Básicas de Saúde em Juazeiro do Norte, na região do Cariri, após detectar irregularidades durante fiscalizações. As intervenções foram realizadas no último dia 8. Segundo a entidade, os locais visitados estão com a estrutura física precária e não oferecem condições para o pleno exercício da enfermagem.

Segundo a presidente interina do Coren-CE, Ana Paula Lemos, a Secretaria de Saúde do Município já havia sido notificada sobre as inadequações e, mesmo assim, não obedeceu o prazo de 30 dias para reparar as falhas. “Inicialmente, a fiscalização compareceu, detectou essas irregularidades, no que diz respeito à estrutura, como por exemplo falta de água, falta de saneamento adequado, dentre outros problemas, e esperávamos que os problemas fossem solucionados”, afirmou.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

De acordo com Ana, a estrutura física das duas UBSs não é suficiente para garantir uma assistência segura e livre de danos, tanto aos profissionais quanto aos usuários. “Nós não temos a intenção de deixar o serviço sem funcionar, porque a gente sabe que é essencial para a população, mas nós também não podemos ser omissos e deixar uma unidade funcionando com riscos para os usuários”, argumentou.

Em nota, a Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte esclarece que realizou recentemente manutenção nos dois prédios onde funcionam as UBSs interditadas e que os reparos executados atendem aos ajustes estruturais que foram requisitados pelo Conselho.

O Coren-CE, no entanto, alega que o padrão de adequação solicitado ainda não foi atingido. A instituição reforça que as duas UBSs somente serão desinterditadas quando a pasta da Saúde comprovar ter adotado todas as providências necessárias para a resolução das falhas identificadas. 

Com informações do repórter Guilherme Carvalho, da rádio CBN CARIRI

OUÇA O PODCAST VOO 168 BASTIDORES

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar
1