PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Polícia Civil prende falsa médica em flagrante no município de Itatira

A suspeita, que atuava sem registro profissional, foi capturada enquanto prescrevia uma receita em um posto de saúde do município

22:38 | 10/03/2021

Uma mulher de 50 anos foi presa no município de Itatira suspeita de atuar ilegalmente como médica sem registro profissional. A prisão ocorreu nesta quarta-feira, 10, e foi realizada pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE). Vanessa Maria Sampaio Goulart foi presa em flagrante em um posto de pronto atendimento de urgência e emergência no município, localizado a 216 km de Fortaleza. Ela estava prescrevendo uma receita no momento da captura e estava atuando há cerca de dois dias na região, segundo a PCCE.

A suspeita é reincidente por atuar ilegalmente como médica e já respondeu por falsidade ideológica. Na época, o crime foi registrado no município de Pindoretama. As autoridades foram acionadas após a desconfiança acerca dos documentos que a profissional apresentava no posto de saúde. Vanessa afirmou que possui registro para atuar como médica que, segundo ela, foi retirado do Paraguai.

No entanto, a suspeita não possui o cadastro no Conselho Regional de Medicina do Estado do Ceará – CREMEC, bem como não apresentou documentação que comprove sua graduação no Brasil ou em outro país. Em investigação foi constatado que a suspeita utilizava o cadastro de outra profissional da saúde, uma médica de São Paulo. Vanessa foi autuada em flagrante por falsidade ideológica e por exercício ilegal da medicina.

LEIA MAIS: Homem é preso em flagrante e confessa ter matado a própria mãe em Tauá

A população pode colaborar repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais na região. O telefone para denúncias é o (85) 3343-6813, da Delegacia Regional de Canindé. O sigilo é garantido.