PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Incêndio criminoso atinge comunidade Tremembé em Itapipoca, relatam indígenas

Na manhã desta terça-feira, 23, os indígenas se reuniram para reconstruir o espaço em que foi ateado fogo. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) disse que investiga o caso

Leonardo Maia
22:17 | 23/03/2021
O incêndio aconteceu na noite desse domingo, 21. (Foto: Reprodução/Instagram)
O incêndio aconteceu na noite desse domingo, 21. (Foto: Reprodução/Instagram)

Um incêndio atingiu a barreira sanitária localizada dentro de uma comunidade indígena em Barra do Mundaú, no município de Itapipoca, na noite deste domingo, 21. Em relato nas redes sociais, o Povo Tremembé considerou que o incêndio foi decorrente de um ataque criminoso e pediu ajuda das autoridades para que o crime seja elucidado.

"Esse não foi o primeiro ataque, já atearam fogo em nossos espaços em 2013 e não teve punição nenhuma. Esperamos que desta vez tenha punição para esses criminosos que tentam destruir e exterminar nossas culturas e nossas lutas. Agradecemos a cada um e a cada uma pelo apoio e solidariedade nesse momento tão difícil”, disse Luan de Castro, representante do Povo Tremembé, nas redes sociais.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que a Polícia Civil trabalha para elucidar os fatos. O órgão ressalta que na ocorrência desse domingo não houve acionamento da Polícia Militar, nem do Corpo de Bombeiros. Além do policiamento ostensivo na região, os agentes de segurança também dão apoio a ações de agentes da Fundação Nacional do Índio (Funai) na comunidade.

Na manhã desta terça-feira, 23, os indígenas realizaram uma ação coletiva para reconstrução do espaço destruído. “Nós, Povo Tremembé, agradecemos imensamente o apoio e solidariedade de todos/todas/todes! Estamos em luta pela defesa do território e dos direitos humanos”, disseram os indígenas.