PUBLICIDADE
Noticia

Coronavírus: Aquiraz inaugura primeiro hospital de campanha no Ceará

Com 30 casos confirmados atualmente, segundo a plataforma IntegraSUS da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), Aquiraz tem apenas dois pacientes internados por Covid-19

Izadora Paula
16:38 | 16/04/2020
Com 13 leitos, o Hospital de Campanha inaugurado nesta quinta-feira, 16, irá receber pacientes infectados pelo novo coronavírus, causador da Covid-19
Com 13 leitos, o Hospital de Campanha inaugurado nesta quinta-feira, 16, irá receber pacientes infectados pelo novo coronavírus, causador da Covid-19 (Foto: (Divulgação/Prefeitura de Aquiraz))

O município de Aquiraz inaugurou nesta quinta-feira, 16, um hospital de campanha para tratamento de pacientes com Covid-19. O local possuí 13 leitos e fica localizado no estacionamento do Hospital Geral Manoel Assunção Pires. É a primeira obra do tipo concluída no Estado.

Conforme informações da Prefeitura do município, o novo equipamento contará com 13 leitos, sendo quatro Unidades para Pacientes Graves (UPGs), banheiros, refeitório e dormitórios para os profissionais de saúde.

Com 30 casos confirmados atualmente, segundo a plataforma IntegraSUS da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), Aquiraz tem apenas dois pacientes internados por Covid-19. Estes serão transferidos para o hospital de campanha até o fim do dia. Até o momento, 17 pacientes já receberam alta; o restante, encontra-se em isolamento domiciliar.

Sem nenhum óbito confirmado, Aquiraz está em terceiro lugar entre os municípios cearenses com mais casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus — Fortaleza está em primeiro lugar isolado com 2.031 casos, seguida por Caucaia, com 45 confirmações da doença.

Durante a inauguração do novo equipamento, o prefeito do município reforçou a importância do hospital e do isolamento social, para evitar o contágio da doença. "Não mediremos esforços para minimizar os impactos causados pelo coronavírus, mas, para isso precisamos da ajuda de todos vocês. Continuem respeitando as recomendações das autoridades de saúde e fiquem em casa”, afirmou.