PUBLICIDADE
Notícias

Parentes de jovem morta em hospital de Guaiúba afirmam que ela foi vítima de erro médico

De acordo com denúncia, uma injeção teria provocado a morte

14:52 | 11/08/2014

Na tarde deste último domingo, 10, uma mulher de 27 anos veio a óbito na localidade de Vila Bela, em Guaiúba, após receber uma injeção.

Leitor do O POVO, que ligou para fazer a denúncia, disse que a paciente deu entrada no Hospital Municipal Dom Aloisio Lorscheider, no último sábado, 9, passando mal com uma dor de cabeça, onde permaneceu em observação e veio a falecer em seguida. O leitor ainda contou que uma parente próxima à vítima tem em mãos uma receita, comprovando o erro médico.

O POVO Online entrou em contato com o Hospital, que defendeu a não ocorrência do fato. "Não aconteceu nada disso. Está descartada a possibilidade", revelou uma fonte interna da instituição. A Secretaria de Saúde do município também foi contactada, mas ninguém soube informar nada sobre o caso.

A vítima era casada, mãe de 4 filhos, e a família permanece reunida na tarde desta segunda-feira, 11, na Capela do Santo Cruzeiro, velando o corpo.

Em nota de esclarecimento, a assessoria de comunicação do Hospital afirmou que "a paciente deu entrada com quadro de ansiedade, cefalia intensa e elevação da pressão arterial. Após a consulta, o médico orientou que ficasse em observação no leito do hospital, e depois foi reavaliada pelo médico, para então receber alta. No dia seguinte, ela retornou ao hospital demonstrando sintomas de sonolência e efeitos colaterais devido a auto medicação, segundo relatam parentes que a acompanhavam. Segundo a direção do hospital, a atuação médica em relação ao atendimento e ao procedimento, foram corretos, de acordo com os parâmetros da medicina". 

 

Redação O POVO Online

TAGS