PUBLICIDADE
Ceará
ABRACE

Incêndio atinge área próxima a abrigo de animais no Eusébio

Ao todo, 34 animais estavam no abrigo, quando as chamas foram vistas por uma cuidadora. Voluntários nem animais tiveram danos sérios, mas abrigo agora precisa fazer limpeza por causa da fuligem

12:10 | 12/09/2017

Fogo atingiu área de vegetação (Foto: Abrace/Divulgação)
 

Um incêndio atingiu uma área de vegetação a três metros do abrigo de animais da Abrace - Uma Causa Animal, na tarde dessa segunda-feira, 11, no Eusébio. O fogo foi controlado por volta das 15 horas, e nenhum animal ou voluntário ficou ferido.

A fundadora e presidente da entidade, Cristiane Angélica Justa, conta que a cuidadora dos animais percebeu as chamas por volta das 12 horas. "Ela já preparou toalhas molhadas no canil, pegou nossa mangueira e foi apagar. Ela me pediu socorro e eu acionei, de Fortaleza, o Corpo de Bombeiros", narra.

A Abrace atualmente cuida de 150 cães, mas no canil do Eusébio, onde funciona o Centro de Adoção, estão abrigados 34 animais adultos e saudáveis. "Essa foi a nossa sorte, porque se fossem debilitados, filhotes ou idosos, podiam ter morrido só com a fumaça", afrima Cristiane. Os voluntários da entidade também ajudaram a cuidadora levando baldes de água e preparando os animais com coleiras, caso o fogo alcançasse o local.

Segundo Cristiane, a ração do dia já tinha sido distribuída, mas foi perdida no momento do incêndio. Como a vegetação foi atingida, o canil está cheio de fuligem. o que pode irritar os olhos dos cães. "A veterinária foi lá, eles não tiveram danos sérios, graças aos cuidados rápidos. A nossa cuidadora é muita modesta e não quer que eu diga nem o nome dela, é uma heroína anônima, que fez tudo pelos animais", conta.

A entidade agora precisa de materiais de limpeza e de ração. "Embora a gente precise muito, perder a ração foi o mínimo que poderia ter acontecido. Agora, vamos precisar fazer uma limpeza boa no terrerno. Estamos lá há três anos, não é o local ideal, mas se tivesse sido à noite, poderia ter sido pior", completa a fundadora da Abrace.

O Corpo de Bombeiros informou que enviou uma viatura para debelar as chamas. "Os bombeiros não identificam as causas dos incêndios, mas essa época do ano tem muito incêndio em vegetação, tanto em Fortaleza como na Região Metropolitana. O maior incômodo é a fumaça", informou a capitã Juliany Freire, assessora de comunicação do Corpo de Bombeiros. 

Imagens feitas do incêndio no nosso canil! Por Deus o pior não aconteceu!

Uma publicação compartilhada por ABRACE - Uma causa animal %uD83D%uDC36 (@ong.abrace) em

Abrace

O abrigo é mantido por meio de doações, tanto de ração, como de roupas e calçados para o bazar. O dinheiro do bazar é revertido para aluguel, pagamento de água, luz e funcionários. 

Mais informações
Facebook: https://www.facebook.com/AbraceUmaCausaAnimal/
Instagram: https://www.instagram.com/ong.abrace/

AMANDA ARAúJO