PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Caucaia zera ocupação de leitos de UTI para pacientes com Covid-19

Os 20 leitos que eram destinados para o tratamento intensivo da Covid-19 passarão a ser utilizados por pacientes clínicos que precisem de tratamento intensivo

17:53 | 27/07/2021
O município zerou a ocupação de leitos na UTI por pacientes com Covid-19 (Foto: Prefeitura de Caucaia)
O município zerou a ocupação de leitos na UTI por pacientes com Covid-19 (Foto: Prefeitura de Caucaia)

A Prefeitura de Caucaia informou, através da Secretaria Municipal de Saúde, que há pelo menos dois dias todos os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para paciente com Covid-19 do Hospital Municipal Abelardo Gadelha da Rocha (HMAGR) estão desocupados. Com isso, os 20 leitos, sendo 15 deles implantados pela nova gestão, podem ser utilizados por pacientes clínicos que precisem de atendimento intensivo no município.

A notícia foi anunciada pela diretora de atenção especializada em Caucaia, Amanda Xerez. “É importante, porque a gente percebe que os índices da Covid estão reduzindo no nosso município. E o mais importante é a disponibilidade desses leitos para outro público, pessoas que precisam de leito de UTI clínica e que agora poderão ser melhor atendidas”, disse.

LEIA MAIS | Ceará recebe lote com 205.400 doses de vacinas AstraZeneca e CoronaVac

Homem é preso com quase 43 kg de cocaína em Caucaia

O HMAGR se tornou referência no tratamento e atendimento a pacientes com a doença em Caucaia. A gestão municipal ampliou, desde o início do ano, os serviços e a rede de atendimentos na unidade.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Caucaia, o próximo passo será transformar os 30 leitos de enfermaria, criados para atender pacientes de Covid-19 durante o pico da pandemia, em leitos de enfermaria permanente que ficarão disponíveis para pacientes em tratamento no Hospital Municipal.

“Nesta gestão, ampliamos para 65 leitos de enfermaria no momento mais crítico da pandemia. Desse total, permanecem cerca de 30 leitos que também serão incorporados à nossa estrutura fixa para ampliar nossa capacidade de atendimento e internação em leitos de enfermaria”, informou a secretaria.

Apesar dos números positivos e da redução dos casos da doença, a Prefeitura de Caucaia reforça a importância de manter as principais medidas para evitar a transmissão do vírus, como higienização das mãos, uso de máscaras e distanciamento social.