PUBLICIDADE
Ceará
violência

Polícia investiga expulsão de famílias em Caucaia; veja vídeo

Imagens mostram casas desocupadas e reviradas após expulsões

22:43 | 01/11/2018

Após a repercussão de um vídeo nas redes sociais que mostra casas desocupadas após expulsão de famílias, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que a Polícia Civil realiza buscas a um homem que é suspeito de participar da ação criminosa há aproximadamente dois meses. O vídeo viralizou nas redes sociais nesta semana e as expulsões aconteceram no bairro Padre Júlio Maria, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Nas imagens, a Polícia Militar entra em uma das residências, que está revirada. A casa e outras vizinhas estavam com pichações nos muros que davam um prazo de 24 horas para que os moradores fossem embora.

Prisões anteriores

De acordo com a SSPDS, o homem procurado é o único que segue foragido. No dia 30 de setembro, quatro criminosos armados que são suspeitos de participarem das expulsões das famílias foram presos. Além disso, eles são apontados como responsáveis por outros crimes que aconteceram no bairro Padre Júlia.

Um automóvel roubado foi apreendido. De acordo com a SSPDS, no cerco, que aconteceu na rua Francisco Sampaio, dois homens estavam em uma residência. As placas de um veículo que estava no local constavam como adulteradas.

Dentro da casa, a Polícia encontrou um revólver calibre 38, munições e aparelhos celulares, além de entorpecentes, que estavam embalados. O grupo foi encaminhado à delegacia. Gleilson Bernardo dos Reis, 19, que possui antecedentes criminais por porte ilegal de arma, corrupção de menor e roubo; José Iranilson da Costa dos Santos, 22, com antecedente por posse de drogas e ameaça; e os irmãos Emerson Chrys Mendes Lima, 26, que responde na Justiça por roubo; e John Michael Mendes Lima, 18, sem antecedentes.

Os irmãos foram indiciados por receptação, adulteração de chassi de veículo automotor, porte ilegal de arma, tráfico de drogas e por integrar organização criminosa. Os outros vão responder por tráfico de drogas e por integrar organização criminosa.

As denúncias

A SSPDS divulga um número para denúncias que possam contribuir para encontrar o suspeito ou identificar outros criminosos. Elas  podem ser feitas para o número 181, o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) ou pra o número (85) 3101-3060, da Delegacia Metropolitana de Caucaia.