PUBLICIDADE
Notícias

Homem é preso por matar jovem com golpes de enxada; amigos e familiares pedem justiça

Amigo da vítima afirma que jovem era homossexual, mas não sabe se o crime foi motivado por homofobia

18:30 | 08/05/2018
NULL
NULL
[FOTO2] 
Thiago Monte de Souza, 21, conhecido como Thiaguinho, foi assassinado no bairro Jandaiguaba, em Caucaia, com três golpes de enxada. O corpo do jovem foi encontrado sem vida na casa de Francisco Mardônio Rodrigues, 25. O homem chegou a fugir do local do crime, mas foi preso pela Polícia Militar e confessou a execução. Ele foi autuado por homicídio pela Delegacia Metropolitana de Caucaia. O crime ocorreu no dia 29 de abril.
[SAIBAMAIS]
De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), as investigações da Polícia Civil mostraram que Francisco e Thiago estavam em uma festa. Após se dirigirem a casa do suspeito, os homens se desentenderam e a vítima foi atingida com um tipo de enxada. Francisco já tinha passagens pela Polícia por estupro, lesão corporal e roubo.

[FOTO1]
Familiares e amigos pedem justiça
 
Passeata foi realizada no bairro onde aconteceu o crime nesse domingo, 5. Promovida por amigos e familiares de Thiago, pedidos de paz e justiça foram proclamados em memória da vítima.
 
"Ninguém tem direito de tirar a vida de ninguém pelo fato da pessoa ser diferente. No caso do Thiago, não sabemos bem se foi por homofobia, mas ele era gay sim", disse João Neto, 23, amigo da vítima. Ele afirmou, em entrevista ao O POVO Online, que não descarta o crime de ódio, mas acredita que o suspeito era violento e cometeria o assassinato "contra qualquer pessoa". No dia do crime, Thiago iria ao encontro de João para comemorar o aniversário do amigo.

Em texto que chamava as pessoas para o ato, João escreve que deseja "chamar atenção de todos que acham que a pessoa por ser diferente e alegre não merece viver". Além de lembrar da imagem de Thiago, os amigos aproveitaram a oportunidade para arrecadar alimentos para a família do jovem, já que ele tinha a principal renda para manter a casa. "Ele ajudava a família, trabalhava em um salão de beleza", disse João. 

Os alimentos ainda estão sendo arrecadados, quem pretende ajudar a família deve contatar Beatriz Messias pelo telefone (85) 9 8559 8072.
TAGS
Homem é preso por matar jovem com golpes de enxada; amigos e familiares pedem justiça
PUBLICIDADE
Notícias

Homem é preso por matar jovem com golpes de enxada; amigos e familiares pedem justiça

Amigo da vítima afirma que jovem era homossexual, mas não sabe se o crime foi motivado por homofobia

18:30 | 08/05/2018
NULL
NULL
[FOTO2] 
Thiago Monte de Souza, 21, conhecido como Thiaguinho, foi assassinado no bairro Jandaiguaba, em Caucaia, com três golpes de enxada. O corpo do jovem foi encontrado sem vida na casa de Francisco Mardônio Rodrigues, 25. O homem chegou a fugir do local do crime, mas foi preso pela Polícia Militar e confessou a execução. Ele foi autuado por homicídio pela Delegacia Metropolitana de Caucaia. O crime ocorreu no dia 29 de abril.
[SAIBAMAIS]
De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), as investigações da Polícia Civil mostraram que Francisco e Thiago estavam em uma festa. Após se dirigirem a casa do suspeito, os homens se desentenderam e a vítima foi atingida com um tipo de enxada. Francisco já tinha passagens pela Polícia por estupro, lesão corporal e roubo.

[FOTO1]
Familiares e amigos pedem justiça
 
Passeata foi realizada no bairro onde aconteceu o crime nesse domingo, 5. Promovida por amigos e familiares de Thiago, pedidos de paz e justiça foram proclamados em memória da vítima.
 
"Ninguém tem direito de tirar a vida de ninguém pelo fato da pessoa ser diferente. No caso do Thiago, não sabemos bem se foi por homofobia, mas ele era gay sim", disse João Neto, 23, amigo da vítima. Ele afirmou, em entrevista ao O POVO Online, que não descarta o crime de ódio, mas acredita que o suspeito era violento e cometeria o assassinato "contra qualquer pessoa". No dia do crime, Thiago iria ao encontro de João para comemorar o aniversário do amigo.

Em texto que chamava as pessoas para o ato, João escreve que deseja "chamar atenção de todos que acham que a pessoa por ser diferente e alegre não merece viver". Além de lembrar da imagem de Thiago, os amigos aproveitaram a oportunidade para arrecadar alimentos para a família do jovem, já que ele tinha a principal renda para manter a casa. "Ele ajudava a família, trabalhava em um salão de beleza", disse João. 

Os alimentos ainda estão sendo arrecadados, quem pretende ajudar a família deve contatar Beatriz Messias pelo telefone (85) 9 8559 8072.
TAGS