PUBLICIDADE
Notícias

Após ser atropelada, cadela precisa de um lar para se recuperar de fratura no fêmur

O animal recebe alta da clínica veterinária, custeada por protetora, nesta terça-feira, 13, e não tem para onde ir. "Quem adotá-la terá que dar basicamente: carinho", diz veterinário; saiba como ajudar

19:08 | 13/12/2016
NULL
NULL

[FOTO1] Esperança, a cadela de rua que foi atropelada no último dia 2, no bairro Conjunto Nova Metrópole, em Caucaia, procura um lar. O animal recebeu esse nome da moradora que a socorreu, Josi Lima. Após apelar nas redes sociais por ajuda, Josi conseguiu o apoio da funcionária pública Susana Ramos para internar a cadela em uma clínica veterinária. Internada desde o último dia 5, Esperança recebe alta nesta terça-feira, 13, e volta para às ruas da cidade.

 

As protetoras provisórias tentaram abrigo em duas instituições que acolhem animais, mas não conseguiram. Elas explicam que Esperança deixa a clínica, mas ainda precisa de cuidados, já que ainda não consegue andar. “Me comprometo a custear o tratamento, mas como passo o dia fora e já tenho animal em casa, não tenho condições de acolhê-la”, explica Susana.

 

Josi, no entanto, também não tem estruturas para receber o animal, mas ficará alimentando-o na calçada de sua casa, enquanto não encontra uma nova morada. “Ela apareceu na rua desde o mês o passado, eu sempre dava comida para ela”, conta. “Queremos que ela encontre um lar para se recuperar. Por enquanto, ela vai ficar na rua, infelizmente”, lamenta Susana. Será numa calçada na rua bairro em que foi atropelada que Esperança passará os dias à espera de um abrigo seguro. 

 

"Quem adotá-la terá que dar basicamente: carinho. Elá tem fratura grave na região da bacia, mas está fora de risco, tem apenas um desconforto", explica o veterinário que trata o caso, Samuel Bovy. O profissional conta que se alguém quiser adotá-la, terá que ter apenas que dar conforto e suporte para ela se recuperar: comida, água, carinho e a medicação. Ele não descarta a possibilidade dela voltar a andar. "Por enquanto ela não consegue por causa da lesão na bacia, por isso não consegue se sustentar, mas acredito que ela volte a andar", explica.

 

Quem quiser adotar ou acolher provisoriamente a cadela Esperança, deve entrar em contato com a Josi, através do número de telefone (85) 9-891790-33.

TAGS