PUBLICIDADE
Notícias

Polícia Civil fecha segundo laboratório de drogas em quatro dias

Foram apreendidos 100kg de maconha e 500g cocaína no local. Manoel Jonathe de Souza Feitosa, que seria o responsável pelo produto, foi preso em Maracanaú

12:50 | 25/01/2016
NULL
NULL
Uma operação da Polícia Civil fechou um laboratório de drogas no bairro Capuan, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), neste sábado, 23. O homem que seria o responsável pelos cerca de 100kg de maconha e 500g de cocaína apreendidos foi preso. Detalhes do caso foram divulgados nesta segunda-feira, 25, em entrevista coletiva concedida pelo delegado Sérgio Pereira dos Santos, titular da Delegacia de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD). Manoel Jonathe de Souza Feitosa, de 31 anos, foi preso em Maracanaú (RMF), na casa onde mora. No mesmo instante da prisão, o laboratório era "estourado". A casa de dois compertimentos onde funcionava o laboratório era guardada por um casal, apurou a investigação policial. A dupla não estava na residência no momento em que a polícia foi ao recinto. O delegado afirma que a organização ainda tem, pelo menos, mais três integrantes, ainda não localizados. Manoel Jonathe nega ser o dono da droga, versão que é contestada por Sérgio Pereira dos Santos. O delegado disse ter sido encontrado com ele peças da prensa do laboratório de Caucaia. Com ele, os policiais ainda apreenderam 90g de crack e 50g de cocaína, que Manoel Jonathe alegou ser para consumo próprio. A cocaína é de "alto grau de pureza", apurou a polícia. A origem da droga ainda é desconhecida e teria como destino abastecer o comércio de drogas na RMF. Uma prensa, um liquidificador, um micro-ondas e creatina usados no preparo da droga ainda foram apreendidos pela polícia. [FOTO2] O suspeito possui passagens pela polícia por crimes como tráfico de drogas, associação criminosa, furto e homicídio. Dentre os crimes, Manoel Jonathe teria participação na execução do traficante amazonense Joaquim Henrique dos Santos, em 13 de maio de 2010, em Caucaia. A operação de sábado vai ao encontro da orientação da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) de buscar frear o tráfico de drogas em em virtude do Carnaval, afirmou o delegado, ressaltando ser a droga a principal desencadeadora de crimes como roubos e homicídios. O delegado ainda destacou o empenho dos policiais como fundamental na operação, que ficaram, revezando turnos, de 5h de sábado às 3h de domingo em campo, "sem tomar café da manhã, almoçar ou jantar". Este foi o segundo desmonte de laboratório de drogas realizado pelo DCTD em quatro dias. Na quarta-feira, 20, um laboratório de refino de cocaína e fabricação de crack foi desativado em Tabapuã, Caucaia. No local, foram apreendidas 850 gramas de cocaína e 275 gramas de crack. Um adolescente de 16 anos foi apreendido e dois homens presos: Igor Mendes Oliveira, 20 anos, que não tinha antecedentes criminais; e Paulo Leandro de Oliveira Sousa, 28, que já responde três procedimentos por roubo e uma contravenção penal.
TAGS