PUBLICIDADE
Notícias

Festival das Culturas reúne conteúdos artísticos e culturais do Brasil e da África

"É a conexão entre o regional e o internacional e as várias formas de diálogo e inspiração nascidas nesse contato"

18:19 | 18/07/2016
NULL
NULL

As cidades de Redenção e Acarape recebem nesta quarta-feira,19, a partir das 16 horas, até o dia 22 de julho, o I Festival das Culturas da Unilab, que leva ao sertão cearense arte e cultura de cinco países africanos e um asiático.

O evento que tem como tema principal, “Vozes de África, Vozes do Brasil”, aposta no encontro das diversidades culturais, levando aos campi da instituição uma programação com debates, seminários, cursos, exposições e oficinas.

Os participantes poderão apreciar mostra de vídeos, fotografia, cinema, apresentações musicais e sarau performático, entre outros, com artistas internacionais e regionais, para entrelaçar a cultura do exterior com o Brasil e o Nordeste.

Segundo o coordenador de Arte e Cultura da Unilab, Mário Andrade, a ideia do festival surgiu no plural universo acadêmico da instituição. “A Unilab recebe estudantes de sete diferentes países, o sentimento de multiplicidade foi o primeiro incentivo que deu origem a ideia do festival”, disse. O coordenador acrescenta que também tiveram como base, eventos de todo o mundo. “E inspirado em outros festivais do Brasil e do mundo, em que a universidade é o lugar de origem desses festivais, incentivando e experimentação da arte e expressões... Dando concretude a ideia”.

O festival é composto pela miscigenação cultural. “É a conexão entre o regional e o internacional e as várias formas de diálogo e inspiração nascidas nesse contato. Pensando a riqueza e a diversidade de expressões da África e do Timor-Leste em seu enlace com as regiões do Maciço de Baturité, no Ceará, e o Recôncavo Baiano, na Bahia, o Festival busca apresentar a Unilab como um eixo integrador de experiências artísticas”, aponta a Pró-Reitoria de Extensão, Arte e Cultura (Proex).

Compondo esse misto de etnias o evento sediará o encontro das Culturas Indígenas, e conta com participações do escritor angolano, Ondjaki, que ministrará palestras, delegação de Moçambique, formada por 25 integrantes, com mostra das manifestações culturais do país. Cecília do Acordeom, da Orquestra Livre de Música de Redenção.

Na capital

Em Fortaleza haverá uma extensão do evento, no domingo, 24 às 16 horas, no Centro Cultural Dragão do Mar. Intitulado o I Festival das Culturas Itinerantes, a programação inclui debate entre professores da Unilab e Universidade Politécnica de Moçambique, no auditório do Dragão do Mar. Às 18h30 haverá o show Conexões Brasil-África-Timor, no palco sobre a passarela.

Serviço

I Festival das Culturas da Unilab

Local: Redenção, localizado na Avenida da Abolição, 3 – Centro. Acarape e em São Francisco do Conde, na Bahia

Data: De 19 a 22 de julho

Para mais informações acesse o link: www.unilab.edu.br/festival-das-culturas/

Redação O POVO Online

TAGS