PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Manifestantes fecham BR-116 por mais de duas horas no município de Barro

No ato, os manifestantes gritavam palavras de ordem e reivindicavam os direitos do trabalhador rural

13:51 | 14/06/2019
Manifestantes fecham BR-116 por mais de duas horas no município de Barro.
Manifestantes fecham BR-116 por mais de duas horas no município de Barro.(Foto: WhatsApp)

Manifestantes que aderiram à greve desta sexta-feira, 14, contra a reforma da Previdência e o corte de verbas para instituições públicas fecharam trecho da BR-116, nas proximidades da Vila São José, no município de Barro (Região Sul). A via foi liberada cerca de duas horas depois do início do protesto. As informações são do repórter J. Marley, do blog Farias Júnior.

No ato, os manifestantes, em sua maioria do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), gritavam palavras de ordem e reivindicavam os direitos do trabalhador rural. "Nós estamos hoje em cerca de 57 municípios. Estamos denunciando o desmonte que o Governo Federal está fazendo com a classe trabalhadora, tirando muito direito do pessoal do campo", disse Aline Oliveira, representante do MST.

Caminhoneiros que ficaram impedidos de transitar pela via chegaram a entrar em conflito com os manifestantes, ameaçando passar com os veículos por cima dos pneus que foram usados para fazer o bloqueio. "Todo mundo tem direito a fazer suas paralisações, mas isso podia ser feito de outras formas. Libera um pouco, deve ter ambulância lá pra trás. A paralisação serve pra todo mundo, reivindicar é um direito, mas travar toda a pista não funciona. Isso só deixa o povo mais irritado", afirmou caminhoneiro de Santa Catarina.

Redação O POVO Online