Piloto e mais dois suspeitos são denunciados por assassinato de líderes do PCC
PUBLICIDADE
Notícias


Piloto e mais dois suspeitos são denunciados por assassinato de líderes do PCC

Os três estão entre os 10 que já haviam sido denunciados pelos assassinatos de Gegê do Mangue e Paca, mas passam a responder também por homicídio qualificado

16:48 | 16/10/2018
NULL
NULL

Atualizada às 17h40min

 

Mais três suspeitos de matar líderes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foram denunciados pelo Ministério Público do Estado (MPCE). Entre eles, foi denunciado Felipe Ramos Morais, piloto do helicóptero que transportou as vítimas ao local dos homicídios, em Aquiraz. Felipe está atualmente preso.

[FOTO1] 

Também foram denunciados Jefte Ferreira Santos e Maria Jussara da Conceição Ferreira, que estão foragidos. Eles são acusados de participação nos homicídios de Rogério Jeremias de Simone, conhecido como  "Gegê do Mangue", e de Fabiano Alves de Souza, o "Paca". A denúncia foi apresentada na tarde desta terça-feira, 16, na 1ª Vara da Comarca de Aquiraz. 

 

Leia também: a trama que levou à execução de Gegê do Mague e Paca 

 
Segundo o MPCE, tanto as vítimas quanto os acusados de envolvimento no assassinato integravam a organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) ou com ela mantinham relação. Eles deverão responder por homicídio qualificado. Os três já estavam entre os dez acusados de participação nos crimes. Até agora, eram alvos de denúncia pelo crime de organização criminosa armada. O piloto Felipe Morais também havia sido denunciado por falsificação de documento público.
 
 
 
[SAIBAMAIS]Quem já havia sido denunciado

MANDANTE

Gilberto Aparecido dos Santos, paulista, 48, o Fuminho. Foragido com prisão decretada. Denunciado por ordenar os crimes, foi acusado de homicídio, com concurso material e de pessoas, por organização criminosa e por manter uma casa de prostituição.

PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO DAS MORTES

André Luís da Costa Lopes, o Andrezinho da Baixada, paulista. Foragido com prisão decretada. Foi denunciado por homicídio, com concurso material e de pessoas, e por organização criminosa.

Erick Machado Santos, o Neguinho Rick da Baixada, paulista. Foragido com prisão decretada. Foi denunciado por homicídio, com concurso material e de pessoas, por organização criminosa e uso de documento falso.

Ronaldo Pereira da Costa, 33, paulista. Foragido com prisão decretada. Foi denunciado por homicídio, com concurso material e de pessoas, e por organização criminosa.

Carlenito Pereira Maltas, 39, cearense, conhecido como Carlos ou Ceará. Foragido com prisão decretada. Foi denunciado por homicídio, com concurso material e de pessoas, e por organização criminosa.

Tiago Lourenço de Sá de Lima, 31, cearense. Foragido com prisão decretada. Foi denunciado por homicídio, com concurso material e de pessoas, organização criminosa, falsidade ideológica e uso de documento falso.

Segundo a denúncia, os três deram condições logísticas e de transporte para que o crime ocorresse. 

APOIO LOGÍSTICO E NA FUGA DOS EXECUTORES

Renato Oliveira Mota, 28, mato-grossense. Foragido com prisão decretada. Foi denunciado por homicídio, com concurso material e de pessoas, e por organização criminosa.

DENUNCIADOS POR ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA

Jefte Ferreira Santos, 21, paulista. Foragido com prisão decretada.

Maria Jussara da Conceição Ferreira Santos, 45, mineira. Foragida com prisão decretada.

PILOTO DO HELICÓPTERO USADO NA AÇÃO

Felipe Ramos Morais, 31, paulista. Único preso. Está na carceragem da PF em Fortaleza. Denunciado por falsificação de documento público e por integrar organização criminosa. 
 

Redação O POVO Online

TAGS