Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Presos vice-prefeito de Apuiarés e ex-chefe de gabinete flagrados recebendo propina; veja vídeo

Antonio Abidias, vice-prefeito do Município, recebia R$ 9 mil por mês de empresário que tinha contrato de prestação de serviços com a Prefeitura de Apuiarés
13:08 | Dez. 10, 2018
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
[FOTO1]Antonio Abidias Ferrreira de Abreu, vice-prefeito do município cearense de Apuiarés, e Raimundo Nonato Alves Soares, ex-chefe de gabinete dele, foram presos por corrupção na manhã desta segunda-feira, 10. Imagens de câmeras de segurança flagraram os dois recebendo dinheiro de um empresário em um restaurante de Fortaleza. Foram expedidos mandados de prisão preventiva para Abidias e temporária para Raimundo Nonato. 
 
Veja vídeo em que Antonio Abidias recebe a proprina:
[VIDEO1] 
As prisões foram feitas no âmbito da Operação 10%, deflagrada pelo Ministério Público do Ceará (MPCE). As investigações se iniciaram após depoimento de José Darlan, o empresário que aparece dando dinheiro para Antonio Abidias. No vídeo é possível perceber o empresário contando dinheiro sob a mesa de restaurante. 
 
A Promotoria de Justiça de Apuiáres apurou que o vice-prefeito "exigiu" do empreendedor 10% do valor de uma contrato de prestação de serviços de limpeza urbana que o empresário mantinha com a Prefeituras, o que correspondia a um valor de R$ 9 mil por mês. A quantia servia de garantia de que o contrato continuaria.  
 
[FOTO2]  
As entregas do dinheiro eram feitas na Capital, no restaurante do sogro de José Darlan. Segundo o promotor de Justiça que comandou a Operação, Jairo Pequeno Neto, a função de Raimundo Nonato, o ex-chefe de gabinete, era a de receber a propina quando Abidias não podia. À época, no ano passado, ele exercia o cargo de prefeito interino.  
 
Confira vídeo de Raimundo Nonato recebendo a propina: 
[VIDEO2] 
Esta é a segunda vez que Antonio Abidias é preso por corrupção. Em maio deste ano, ele foi denunciado na Operação Malabares, que investigou irregularidades envolvendo a administração públia. Esta força-tarefa deu origem a Operação 10%. 
 
Redação O POVO Online  



Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags