PUBLICIDADE
Notícias

Operação prende prefeito de Aiuaba e mais três pessoas

Na casa do prefeito, a Polícia encontrou um revólver calibre .38 e R$ 7 mil em dinheiro, cuja a origem ele não soube explicar

08:59 | 23/04/2014

Atualizada às 17h25min

O prefeito do município de Aiuaba (Região dos Inhamuns), Airton Araújo (Pros), e outras três pessoas ligadas à Prefeitura e parentes do prefeito foram presas, na manhã desta quarta-feira, 23, em operação de combate à corrupção do Ministério Público Estadual com a Polícia Civil do Ceará. O grupo foi levado para a Delegacia Municipal de Assaré e deve ser encaminhado para Fortaleza ainda hoje.

A vice-prefeita do município, Germana Rafaela Araújo, assumiu a gestão. A posse foi concedida pelos vereadores da Câmara Municipal, no fim da tarde desta quarta-feira, segundo a presidente da Casa, Cleyde Pereira de Moraes (PDT).

Além do prefeito, foram presos preventivamente o secretário de Finanças do município; o tesoureiro do município e um irmão do prefeito que, mesmo sem exercer cargo público, é apontado como controlador das receitas de combustíveis para os veículos da Prefeitura, configurando-se a usurpação de função pública, segundo o MP.

De acordo com o vereador de Aiuaba, Dudu Clisanto, o quarteto está provisoriamente na delegacia de Assaré e aguarda transferência para a sede do MP, em Fortaleza. O vereador acompanha o grupo na delegacia.
[SAIBAMAIS 3]
Acusações
Os réus são acusados de praticarem crimes contra a administração pública, tais como fraude a licitações, lavagem de capitais, peculato, formação de quadrilha ou bando, desvio de verbas públicas e enriquecimento ilícito.

As investigações, realizadas pelos promotores de Justiça auxiliares da Procuradoria dos Crimes Contra a Administração Pública (Procap) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), tramitam sob segredo de Justiça.

Segundo a Polícia Civil, na casa do prefeito foi encontrado um revólver calibre .38 e R$ 7 mil em dinheiro, cuja origem Airton Araújo não soube explicar. Também foram apreendidos documentos e extratos bancários de alto valor. Outra arma foi encontrada na operação com um familiar do prefeito.

Além do cumprimento dos quatro mandados de prisão, expedidos pelo desembargador Haroldo Máximo, os promotores também efetuaram sete mandados de busca e apreensão. O desembargador também concedeu a quebra dos sigilos bancário e fiscal dos investigados, bem como o afastamento imediato de todos os envolvidos de seus respectivos cargos.

Disputa política
Desde o início de 2014, Aiuba vive um clima de tensão política envolvendo o ex-prefeito Ramílson Araújo e o atual prefeito. Em 2012, Airton foi eleito com o apoio de Ramílson, seu primo. Um ano depois, Airton proibiu o ex-prefeito de manter as atividades na Prefeitura que, segundo o prefeito, era gerida ainda por Ramílson.

A ação resultou manifestações no município contra a ação de Airton. O atual prefeito chegou, inclusive, a registrar boletim de ocorrência em delegacia contra o pai de Ramílson por suposta agressão.

Redação O POVO Online
com informações do MPCE e da repórter Jéssica Welma

Colaborou Amaury Alencar

TAGS