PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Vereador eleito autuado por agressão contra companheira é solto pela Justiça

Justiça entendeu que não houve flagrante e liberou o suspeito

Jéssika Sisnando
00:52 | 24/11/2020

O vereador eleito de Acopiara, a 346 quilômetros de Fortaleza, Jeffson Kont Alves Moreira, foi preso em flagrante por lesão corporal e ameaça no âmbito de violência doméstica foi solto na última quinta-feira, 19. O caso teria ocorrido na terça-feira, 17, e a vítima comunicou o caso no dia seguinte, quando o vereador eleito foi preso. No entanto, a prisão foi considerada ilegal pela Justiça, que não reconheceu o flagrante.

A vítima foi até a delegacia de Acopiara por volta das 3 horas da madrugada do dia 18 e verificou que a unidade estava fechada. Em seguida ela voltou para casa e comunicou o ocorrido a autoridade policial por volta das 9 horas do dia 18. A prisão ocorreu no mesmo dia.

A Justiça entendeu que não houve a prisão em flagrante na prática do fato e que também não aconteceu perseguição. Na decisão, o juiz ainda comenta que a vítima, vendo a delegacia fechada. não procurou uma delegacia plantonista e não entrou em contato com a Polícia Militar.

LEIA MAIS: 

Administrador de perfis no Instagram é preso suspeito de extorquir vereador

Na ocasião, a Justiça deferiu o pedido de medida protetiva realizado pela vítima para que o agressor mantenha-se na distância mínima de 200 metros e se abstenha de entrar em contato com a ofendida por quaisquer meios como telefone, Internet, correspondências, entre outros.

O alvará de soltura foi expedido mediante a decisão do juiz Francisco Hilton Domingos de Luna Filho.

O caso 

As agressões teriam acontecido no dia das eleições, após uma "comemoração" de Jeffson, que teria feito manobras arriscadas em um veículo e, por isso, foi chamado atenção pela companheira. 

Segundo candidato mais votado em Acopiara, Jeffson - cujo o nome de urna era "Jeffim do Moreirão" - é filiado ao PDT e recebeu 1.677 votos