Participamos do

HUWC inaugura novas instalações para atendimentos de pacientes transplantados

O HUWC inaugurou novas enfermarias das unidades de transplantes de rim, fígado e pâncreas. Além de novas instalações dos ambulatórios de geriatria, reumatologia e pneumologia. A unidade também recebeu um equipamento de raios X vascular, angiógrafo
15:03 | Mar. 22, 2022
Autor Levi Aguiar
Foto do autor
Levi Aguiar Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A manhã desta terça-feira, 22, é de boas notícias para a pesquisa e prestação de serviços de saúde de alta complexidade no Ceará. O Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) inaugurou novas enfermarias nas unidades de transplantes, novas instalações nos ambulatórios e recebeu novos equipamentos para o Centro de Saúde. A expectativa é que os ambientes entregues melhorarem a qualidade dos atendimentos, fortalecendo a segurança e o conforto de pacientes e profissionais.

O HUWC inaugurou novas enfermarias das unidades de transplantes de rim, fígado e pâncreas, além de novas instalações dos ambulatórios de geriatria, reumatologia e pneumologia. A unidade também recebeu um equipamento de raios X vascular, angiógrafo.

FORTALEZA,CE, BRASIL, 22.03.2022: Oswaldo Ferreira, presidente da Ebserh, e José Cândido Lustosa Bittencourt de Albuquerque, reitor da UFC, próximos a placa de inauguração. Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) inaugura novas enfermarias.(Fotos: Fabio Lima/O POVO).
FORTALEZA,CE, BRASIL, 22.03.2022: Oswaldo Ferreira, presidente da Ebserh, e José Cândido Lustosa Bittencourt de Albuquerque, reitor da UFC, próximos a placa de inauguração. Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) inaugura novas enfermarias.(Fotos: Fabio Lima/O POVO). (Foto: FABIO LIMA)

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

De acordo com o médico Huygens Garcia, chefe da Unidade de Transplante Hepático, a nova área de transplante é isolada, com fluxo de ar tratado. O local possui uma unidade de tratamento do ar com filtragem absoluta para evitar disseminação de micro-organismos, diminuindo os índices de infecções.

“A infecção é um dos grandes problemas do paciente transplantado. O paciente que realiza o transplante faz uso de drogas chamadas imunossupressores para evitar rejeição, mas por outro lado, esse procedimento torna ele mais suscetível a infecções”, aponta o chefe da Unidade de Transplante Hepático.

Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) inaugura novas enfermarias das Unidades de Transplantes de Rim, Fígado e Pâncreas e as novas instalações dos ambulatórios de Geriatria, Reumatologia e Pneumologia.
Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) inaugura novas enfermarias das Unidades de Transplantes de Rim, Fígado e Pâncreas e as novas instalações dos ambulatórios de Geriatria, Reumatologia e Pneumologia. (Foto: Marina Nunes)

Primeiros transplantes

 

Conforme o histórico do Hospital Universitário, em 1977, o HUWC foi o primeiro a realizar transplante de rim do Norte e Nordeste, pela equipe do professor Lacerda Machado. Já em 2002, a equipe coordenada pelo médico Huygens, realizou o primeiro transplante hepático do Ceará. “Realmente a UFC tem um protagonismo e uma história muito boa na transplantação no nosso País, sempre com pioneirismo avançado e beneficiando nossos pacientes”, diz o médico.

Por fim, Huygens faz uma orientação sobre a importância da doação de órgão: "As cirurgias de transplante de fígado nunca pararam no Ceará [apesar da pandemia], o que aconteceu foi a diminuição da doação de órgãos no Ceará e no Brasil. Nós diminuímos cerca de 20% os transplantes durante o período mais crítico da pandemia de Covid-19. De qualquer forma, não existe transplante sem doação de órgãos. É importante se conscientizar", frisa.

Obras iniciadas em 2013

 

A obra de construção das Unidades de Transplantes faz parte do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários (Reuhf). Foi iniciada em fevereiro de 2013 e a conclusão estava prevista para novembro de 2014, mas o processo teve dificuldades de execução junto às construtoras. Já com a nova gestão do Complexo, os serviços foram retomados em 3 de fevereiro de 2021, sendo concluídos em março deste ano.

Segundo Cândido Albuquerque, reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), parceria entre a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) e UFC se mostrou extremamente produtiva. “Essas obras que foram entregues agora estavam paradas há nove anos. Houve planejamento e apoio. Hoje estamos inaugurando cinco obras e espaços que ampliaram a nossa capacidade de pesquisa. É fundamental para as universidades pesquisar e produzir conhecimento, entre professores e estudantes”, finaliza o reitor.

FORTALEZA,CE, BRASIL, 22.03.2022: José Cândido Lustosa Bittencourt de Albuquerque, reitor da UFC. Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) inaugura novas enfermarias.    (Fotos: Fabio Lima/O POVO).
FORTALEZA,CE, BRASIL, 22.03.2022: José Cândido Lustosa Bittencourt de Albuquerque, reitor da UFC. Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) inaugura novas enfermarias. (Fotos: Fabio Lima/O POVO). (Foto: FABIO LIMA)

O angiógrafo

 

Sobre o novo equipamentos, o angiógrafo, trata-se de um equipamento que beneficia os pacientes que precisam fazer exames do sistema vascular. De acordo com médico e físico Diego Mansano, este é um equipamento de raio-X capaz de visualizar detalhadamente os vasos sanguíneos, atendendo a demandas de múltiplas especialidades que existem no HUWC, como exames de cardiologia intervencionista (cateterismo, marca-passo, arritmia...), eletrofisiologia e neurologia intervencionista.

FORTALEZA,CE, BRASIL, 22.03.2022:  Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) inaugura novas enfermarias.    (Fotos: Fabio Lima/O POVO).
FORTALEZA,CE, BRASIL, 22.03.2022: Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) inaugura novas enfermarias. (Fotos: Fabio Lima/O POVO). (Foto: FABIO LIMA)

Serviços

  • Exames no angiógrafo: O paciente deve ser encaminhado via posto de saúde ou, no caso de exames solicitados pelos ambulatório do HUWC. O agendamento é feito na secretaria de Serviços Hemodinâmicos.
  • Transplante Renal: O paciente que mora em Fortaleza pode ser encaminhado pelos postos de saúde ou trazer a documentação completa para marcar presencialmente no HUWC.  (Documentação: RG, CPF, comprovante de residência e cartão do SUS, se tiver. Para os moradores de outros municípios do Ceará é preciso marcar diretamente no Hospital).
  • Transplante Hepático: Para agendar consultas, o paciente pode ser encaminhado pelos postos de saúde ou ligar para (85) 3366-8581 e passar pela triagem.

Colunistas sempre disponíveis e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar