Participamos do

Mais de um caso por dia: Ceará detecta 18 casos de Influenza A H3N2 em dezembro

A faixa etária mais prevalente foi de 20 a 49 anos. Todos os casos foram de pessoas com sintomas leves
11:15 | Dez. 17, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Somente neste mês de dezembro, o Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (Lacen) identificou pelo menos 18 pacientes positivos para casos de Influenza A H3N2, subtipo do vírus da gripe que vem provocando surtos no Brasil. Os casos foram identificados após testes para verificar suspeita de Covid-19 nos pacientes.

De acordo com Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), todos os casos foram de pessoas com sintomas leves que testaram negativo para Covid-19 em Centros de Testagem e unidades de saúde. A faixa etária mais prevalente foi de 20 a 49 anos, sem diferença significativa entre os sexos. Um outro caso de gripe por Influenza também foi identificado pelo Lacen neste mês, mas não teve o subtipo averiguado.

Em relação à data de início dos sintomas, observa-se que os dias 9 e 10 de dezembro concentram a maioria dos casos.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Em caso das pessoas terem sintomas gripais, que incluem febre e mais um sintoma, calafrio, tosse e dor na garganta, então desconfie que pode ser Covid, que ainda está circulando no Ceará em menor quantidade, ou pode ser influenza A. Importante fazer a testagem, o teste que acontece da mesma forma que acontece para Covid", informa a secretária executiva de Vigilância e Regulação da Secretaria da Saúde, Ricristhi Gonçalves.

Pelo menos nove estados brasileiros já falam em surto do Influenza. Em Belém (PA), Porto Velho (RO), Salvador (BA), Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Amazonas e Pernambuco, as autoridades da Saúde afirmam estar em alerta ou mesmo já confirmaram a alta circulação do vírus e a existência de uma epidemia

O que é o vírus H3N2?

É um dos subtipos do vírus influenza A, causador das gripes. É um vírus sazonal, ou seja, que tem maior circulação em determinado períodos do ano. 

 

A vacina da gripe protege contra o vírus H3N2?

Os vírus influenza passam frequentes mutações e por isso as vacinas precisam mudar todos os anos para garantir eficácia em evitar e combater as gripes. A vacina contra a gripe usada no Brasil já tem em sua composição a H3N2, mas não abrange a variante Darwin, a que agora circula no Rio e em São Paulo. Essa variante estará incluída nas vacinas da campanha contra a gripe de 2022.

No Ceará, a Sesa não especificou a variante dos casos detectados.

 

Quais os principais sintomas do vírus H3N2?

São os mesmos da gripe comum: febre alta, dores nas articulações, nariz congestionado, tosse, inflamação na garganta e fortes dores de cabeça. Pode haver vômito e diarreia, principalmente em crianças.

 

Como se prevenir do vírus H3N2?

São recomendados os mesmos cuidados contra o coronavírus e todos os vírus que se transmitem pelo ar. Usar máscaras e evitar aglomerações são os principais cuidados.

 

Qual o tratamento?

Para cuidar do paciente infectado por esse subtipo do vírus, recomenda-se o mesmo tratamento para a gripe comum, com remédios para conter os sintomas. Os casos graves da doença podem precisar de internação.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags