Participamos do

Homem acusado de envolvimento na morte de Gegê e Paca é preso em Florianópolis

Ronaldo estava foragido desde 2018, quando teve participação na execução dos líderes do PCC
21:42 | Nov. 15, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Atualizada às 7h17min 

Ronaldo Pereira Costa, de 37 anos, acusado de envolvimento na morte de Rogério Jeremias de Simone, conhecido como Gegê do Mangue, e Fabiano Alves de Souza, chamado de Paca, líderes da facção paulista Primeiro Comando da Capital (PCC), foi preso pela Polícia Federal (PF) na quinta-feira, 11. A execução dos líderes do grupo criminoso ocorreu em fevereiro de 2018, na cidade de Aquiraz.

LEIA TAMBÉM | Quem eram e o que faziam os envolvidos na morte dos chefes do PCC no Ceará

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

De acordo com nota da Polícia Federal de Santa Catarina, o homem foi preso no bairro Coqueiros, em Florianópolis. Ele tinha a prisão decretada pela comarca de Aquiraz desde agosto de 2018 e é denunciado pelos crimes de homicídio e organização criminosa. Ele estava foragido.

A PF afirmou que as investigações foram realizadas a partir de informações de que o suspeito estaria vivendo em Florianópolis e utilizando documentos falsos. “A partir do acompanhamento da rotina do investigado, foi possível a confirmação de sua identidade e, no final da tarde desta quinta-feira, o cumprimento do mandado de prisão”, diz a nota do órgão.

LEIA TAMBÉM | As horas finais e o mistério por trás das mortes dos chefões do PCC

O homem foi encaminhado para um presídio e espera transferência para o Ceará, segundo a assessoria de imprensa da PF. 


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags