Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Mãe filmava cenas pornográficas com filhas de 4 e 11 anos em Icó

Mulher foi presa após uma das imagens ser divulgada em rede social. De acordo com investigações, ela mandava as imagens para o companheiro, em São Paulo
10:29 | Set. 07, 2021
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Uma mulher, mãe de duas meninas de 4 e 11 anos, foi presa suspeita de produzir conteúdo pornográfico com as próprias filhas. A prisão ocorreu em Icó, no Ceará, após um dos vídeos circular em uma rede social.

A partir do vídeo, a Polícia Civil do Ceará (PC-CE)  diligências investigativas que descobriram a identificação e o endereço da mulher. Na residência, os policiais civis identificaram as crianças, bem como localizaram o vestido da garota de quatro anos usava na gravação do vídeo.

A Polícia descobriu que os vídeos eram enviados para o companheiro atual desta mulher, pai de seu filho mais novo. Ele morava em São Paulo e, segundo as investigações, era quem compartilhava as imagens. Ainda de acordo com as investigações, a mulher tinha planos de levar a ilha mais velha a São Paulo, onde possivelmente haveria o estupro da menina.

Diligências em São Paulo tentam localizar o homem, que deverá responder por responder pelo crime contido no artigo 241 do ECA por apresentar, fornecer, divulgar ou publicar, por qualquer meio de comunicação, inclusive rede mundial de computadores ou internet , fotografias ou imagens com pornografia ou cenas de sexo explícito envolvendo criança ou adolescente. O crime tem pena de reclusão de dois a seis anos e multa.

A mulher deverá responder pelo crime previsto no artigo 240 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que versa sobre produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente. Com pena prevista de reclusão de quatro a oito anos, e multa. No caso em questão, a pena é aumentada em 1/3 pelo fato da suspeita ser mãe das vítimas.

Os nomes dos suspeitos não foram divulgados para que a identidade das crianças sejam preservadas.  

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Homem é preso com faca e soco inglês em Copacabana, em ato a favor de Bolsonaro

POLÍTICA
12:52 | Set. 07, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um homem foi preso em Copacabana na manhã desta terça-feira, 7, durante protesto a favor do presidente da República, Jair Bolsonaro, portando uma faca e um soco inglês. Conforme a assessoria de imprensa da Operação Segurança Presente, a prisão ocorreu na Rua Bolívar, transversal da Avenida Atlântica, famosa via da orla, próximo de onde os manifestantes favoráveis a Bolsonaro se concentraram para o ato.

"Policiais do Copacabana Presente prenderam em flagrante um homem que portava uma faca, um soco inglês e materiais utilizados para fabricar coquetel molotov", diz a nota da assessoria de imprensa do Segurança Presente, numa referência à bomba caseira, tipicamente fabricada com uso de pequena garrafa de vidro e gasolina. O texto foi publicado também no perfil oficial do programa no Twitter.

Ainda conforme a nota, os agentes suspeitaram do homem porque ele estava "com um grande volume na roupa". "Após a abordagem flagraram os objetos, além de uma máscara de (pintor espanhol) Salvador Dalí", diz o texto.

Segundo o perfil da Operação Segurança Presente, o homem preso foi para a 13ª Delegacia de Polícia, em Copacabana, a poucos quarteirões do local do flagrante.

Questionada, a assessoria de imprensa da Polícia Militar (PM) informou apenas que a "ocorrência não está a cargo da Polícia Militar". A Polícia Civil não respondeu sobre a ocorrência até o fechamento deste texto.

A Operação Segurança Presente é uma parceria público-privada do governo fluminense com entidades empresariais, mas sem o comando direto da PM.

Segundo a página oficial da operação na internet, o programa foi inaugurado em 2014, com a Operação Lapa Presente, no bairro boêmio da região central carioca. Em agosto de 2019, estava em 32 localidades de todo o Estado.

O objetivo é oferecer policiamento de proximidade, com rondas a pé ou motorizada, em diversos bairros da capital. Os agentes são policiais militares, civis, bombeiros ou egressos das Forças Armadas, em horário de folga, que recebem pagamento extra, custeado pelas entidades empresariais. As entidades empresariais também custeiam o investimento em bicicletas, carros, motos e equipamentos de comunicação, usados pelos agentes.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

PF prende bolsonarista que postou "empresário quer pagar por cabeça de Alexandre"

POLÍTICA
14:40 | Set. 06, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Polícia Federal prendeu neste domingo, 5, em Santa Catarina, o bolsonarista Márcio Giovani Nigue, conhecido como "professor Marcinho". Em transmissão ao vivo nas redes sociais, o bolsonarista disse que há um empresário "grande" que está oferecendo dinheiro pela "cabeça" do ministro Alexandre de Moraes, "vivo ou morto". A ordem foi expedida no âmbito do inquérito sobre os atos antidemocráticos do 7 de Setembro.

"A partir de hoje temos um grupamento que nós vamos caçar ministro (do Supremo) em qualquer lugar que eles estejam. Portugal, Espanha, China, onde eles estiverem. Tem brasileiro já vendo já. […] Não vou falar agora quem é, pode me torturar, mas tem um empresário grande que tá oferecendo, tem até uma grana federal que vai sair o valor pela cabeça do Alexandre de Moraes, vivo ou morto, pra quem trazer ele. Agora no Brasil, os ministros do STF vai (sic) ser assim, vai ter premio pela cabeça deles", disse Nigue na gravação que circula nas redes sociais.

Relator de inquéritos e processos que miram o presidente Jair Bolsonaro, Alexandre de Moraes é um dos alvos maiores dos apoiadores do chefe do Executivo, recebendo ataques e ameaças constantes. No Twitter, por exemplo, o ministro do STF recebeu uma ameaça feita por homem que se diz policial militar. Ele afirmou que ele e outros agentes "vão matar" Alexandre e sua família.

Como mostrou o Estadão, as ofensas e ameaças a Alexandre levaram um publicitário à delegacia na sexta-feira, 3, alvo de um boletim de ocorrência por injúria. O procedimento foi registrado por um homem que integra a escolta pessoal do ministro, que disse à Polícia ter presenciado, na portaria do Clube Pinheiros, Alexandre da Nova Forjas chamar o magistrado de ‘careca ladrão’, "advogado do PCC", "vamos fechar o STF" e "careca filha da p..".

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Vice-prefeito de Icó Dr. Quilon Peixoto morre vítima de complicações da Covid-19

Política
13:01 | Set. 06, 2021
Autor Vítor Magalhães
Foto do autor
Vítor Magalhães Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Morreu nesta segunda-feira, 6, o vice-prefeito de Icó, Quilon Peixoto Farias, aos 86 anos, vítima de complicações da Covid-19. Internado há 41 dias na Capital, Peixoto apresentou agravamento clínico no último domingo e não resistiu; a prefeita de Icó, Laís Nunes, decretou luto oficial de três dias. A informação foi divulgada nas redes sociais da prefeitura.

Médico formado pela pela Universidade Federal do Ceará (UFC) em 1962, Dr. Quilon fundou o Hospital e Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, por muitos anos o único da cidade. Além disso, ele foi prefeito por dez anos (sendo um mandato de seis e o outro de quatro anos) e vice-prefeito reeleito na atual gestão.

“Neste momento de dor, a Prefeitura de Icó, em nome de cada cidadão icoense, agradece, em memória, pelo grandioso serviço prestado, dedicação e, principalmente, pelo amor empregado em cada gesto. Aos familiares, amigos e todos aqueles que o admiram, todo o nosso respeito e sentimento de pesar. O Dr. Quilon seguirá com Deus!”, escreveu em nota a gestão municipal.

O ex-vice-governador do Ceará Domingos Filho (PSD) lamentou o ocorrido. “É com extremo pesar que recebemos a notícia do falecimento do médico e vice-prefeito de Icó, Dr. Quilon Peixoto. Amigo querido de toda a família, foi responsável por colocar na vida pública vários icoenses e ter feito história no município. A classe política cearense se despede de um grande homem”, disse.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

3 suspeitos em esquema de falsas lotéricas são presos em condomínio de luxo

OPERAÇÃO FOCO
17:36 | Set. 05, 2021
Autor Angélica Feitosa
Foto do autor
Angélica Feitosa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Mais três suspeitos de integrar esquema de falsas lotéricas e correspondentes bancários foram presos em condomínio de luxo neste sábado, 4, após a Polícia Civil prender outros cinco homens pela fraude em menos de 72 horas. As capturas aconteceram em um condomínio de luxo na Lagoa do Uruaú, em Beberibe, no Litoral Oeste do Estado. Com os três homens, naturais de Minas Gerais, as forças de segurança apreenderam cartões magnéticos e equipamentos eletrônicos.

Os homens, identificados como Francklin Silva Lemes, 240, Lorran Kirk Davi Souza Abreu, 18, e Arthur Eustáquio do Nascimento, 18, foram levado à Delegacia Municipal de Beberibe, onde foram autuados por estelionato, falsificação de documento particular, associação criminosa e tráfico de drogas.

Segundo a Polícia, as falsas casas lotéricas e correspondentes bancários eram instaladas, além de no Ceará, nos estados do Pará e da Paraíba. Os suspeitos usavam uma ferramenta para ter acessos a dados pessoais e aplicar golpes. Além disso, eles compravam dados em grupos na internet e aplicativos de mensagem. “Além do esquema de falsas lotéricas e correspondentes bancários, o grupo comprava dados verdadeiros e usava as máquinas apreendidas para falsificar os cartões”, explicou a delegada Ana Scotti, titular da Delegacia Municipal de Beberibe.

Operação Foco

Conforme as investigações, o grupo preso é suspeito de um prejuízo de mais de R$ 1 milhão para as vítimas do Pará, Ceará e Paraíba. Os suspeitos se apropriavam de pagamentos feitos em falsas agências lotéricas e correspondentes bancários.

As vítimas, na maioria formada por pessoas em situação de vulnerabilidade, procuraram os estabelecimentos comerciais para efetuar pagamentos de boletos, mas os valores não eram compensados. Os empreendimentos foram encerrados poucas semanas após as inaugurações.

As prisões são resultados da Operação Foco, iniciada na quinta-feira, 2, quando quatro homens e uma mulher foram capturados por crimes de estelionato, falsidade ideológica, uso de documentação falsa, associação criminosa, apropriação indébita e fraude no comércio. Dando continuidade à investigação, os policiais civis realizaram buscas em um condomínio de luxo e encontraram, em um dos imóveis do residencial, duas máquinas para clonagem de cartões, oito maquinetas para cartões magnéticos, 86 cartões magnéticos, três notebooks, um tablet, cinco celulares, três caixas de som e 20 trouxinhas de maconha.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Militares da Guiné prendem presidente e dissolvem Constituição em golpe de estado

INTERNACIONAL
15:02 | Set. 05, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
Tropas de elite do Exército da Guiné disseram ter detido o presidente Alpha Condé neste domingo, 5, em um golpe de estado. Pela manhã, houve troca de tiros entre militares leais ao governo e à oposição em Conacri, a capital do país. As fronteiras foram fechadas e o governo, dissolvido. A população foi orientada e ficar em casa, disse o coronel Mamady Doumbouya, um dos líderes do golpe.
Segundo ele, o presidente foi detido por "tripudiar com os direitos dos cidadãos" e desrespeito às regras democráticas. O país do oeste da África tem um histórico de golpes militares. "Decidimos, depois de prender o presidente, que atualmente está conosco (...), suprimir a Constituição em vigor, dissolver as instituições, e também o governo, assim como fechar fronteiras terrestres e aéreas", declarou.
Condé estava no poder há 11 anos, desde que foi eleito nas primeiras eleições livres na Guiné em mais de meio século. Sua tentativa de se candidatar a um terceiro mandato - algo proibido pela Constituição - despertou uma série de protestos.
Há meses o país, um dos mais pobres do mundo, apesar de suas consideráveis reservas minerais e hidrológicas, sofre profundas crises políticas e econômicas, agravadas pela pandemia da covid-19.
Em um comunicado, o Ministério da Defesa declarou que "os insurgentes espalharam o medo" em Conacri antes de tomarem o palácio presidencial, mas que "a guarda presidencial, apoiada por forças de defesa e segurança, leais e republicanos, contiveram a ameaça e repeliram o grupo agressor".
(com agências internacionais)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags