Participamos do

Após furto de banco em Fortaleza, PMCE prende grupo criminoso atuante em vários estados

Quatro suspeitos foram detidos em flagrante e conduzidos à sede da Polícia Federal em Fortaleza, onde foi constatado que faziam parte de uma quadrilha que já teria cometido o mesmo crime em outros estados. Um quinto homem conseguiu fugir
19:57 | Ago. 22, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Quatro pessoas foram presas em flagrante, por policiais militares, pouco depois de furtarem uma agência bancária em Fortaleza. Localizado pelos sistemas de videomonitoramento da cidade em atitude considerada suspeita, na tarde do último sábado, o grupo foi interceptado quando circulava num veículo branco. No momento da abordagem policial, no cruzamento da Avenida Mister Hull com a rua Dracon Barreto no bairro Padre Andrade, um quinto homem ainda conseguiu fugir. 

Na identificação, descobriu-se que eles já eram procurados pelo mesmo crime cometido em outros Estados. Ao serem presos, ainda estavam com R$ 12 mil que haviam retirado na violação de caixas eletrônicos de uma agência no bairro Parangaba. Também foram apreendidos um artefato utilizado para sacar envelopes de depósito de caixas eletrônicos, ferramentas utilizadas para a confecção desses instrumentos, fita adesiva, diversos comprovantes de movimentações bancárias e o próprio veículo em que trafegavam.

No total, com o grupo havia R$ 15.839,00. Os pouco mais de R$ 3.500 restantes foram localizados em um apartamento na avenida Dioguinho, na Praia do Futuro, após a confissão de uma mulher que integrava o bando de assaltantes. O homem que conseguiu fugir teria sido o motorista do veículo.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Eles foram levados para a sede da Polícia Federal, em Fortaleza. Em razão do crime de furto qualificado, artigo 155 do Código Penal Brasileiro, foi declarado o termo de prisão em flagrante.

Os quatro indivíduos foram identificados como Breno Santos Gonçalves (23 anos), Roger Bertoldo de Sousa (18) – ambos com antecedentes criminais por receptação –, Emily da Silva Lourenço (20) e Kayrlla Micaela dos Santos Pereira (22). Lá foi constatado que faziam parte de uma quadrilha que já teria cometido o mesmo crime em outros estados brasileiros.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags