Participamos do

PF cumpre mandado de busca no Ceará em investigação sobre ataque hacker ao STF

Na ação, foram apreendidos dispositivos eletrônicos que serão submetidos a perícia
14:19 | Ago. 11, 2021
Autor Mirla Nobre
Foto do autor
Mirla Nobre Repórter-trainee
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Polícia Federal cumpriu, no Ceará, nesta quinta-feira, 11, mandado de busca em operação que investiga ataque hacker contra o Supremo Tribunal Federal (STF). A ação faz parte da segunda fase da Operação Leet, dedicada a apurar o caso. Além do Estado, os policiais fizeram buscas no estado do Rio de Janeiro. Ainda não há detalhes sobre o envolvimento, o perfil e a cidade do hacker.

Nas duas regiões, foram apreendidos dispositivos eletrônicos de interesse e relevância para as investigações, os quais serão submetidos a perícia e análise. As investigações tiveram início após a identificação, por parte da equipe de tecnologia da informação do STF, de uma série de condutas suspeitas que indicavam que o sítio eletrônico da Suprema Corte estaria sob um ataque hacker no último dia 3 de maio de 2021.

LEIA MAIS | Senado aprova texto-base que revoga Lei de Segurança Nacional

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Conforme a Polícia Federal, os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes previstos nos artigos 154-A, §3º e 288, ambos do Código Penal, com penas que, somadas, podem chegar a cinco anos de reclusão.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags