PUBLICIDADE
Noticia

Tremor de terra é registrado no município de Sobral nesta terça-feira, 6

Laboratório Sismológico confirou abalo sísmico, e as informações sobre o fenômeno foram repassadas à Defesa Civil do Estado do Ceará

Mirla Nobre
16:48 | 06/07/2021
Tremor de terra, de magnitude preliminar 1.5 mR, foi registrado no município de Sobral na madrugada desta terça-feira, 6  (Foto: LabSis/UFRN)
Tremor de terra, de magnitude preliminar 1.5 mR, foi registrado no município de Sobral na madrugada desta terça-feira, 6 (Foto: LabSis/UFRN)

Atualizada às 18h07min

Um tremor de terra, de magnitude preliminar 1.5 mR (magnitude regional brasileira), foi sentido no município de Sobral, a 234,8 quilômetros de Fortaleza, 1h47min da madrugada desta terça-feira, 6. O abalo sísmico foi observado e confirmado pelo Laboratório Sismológico (LabSis), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O evento ocorre dois dias após a cidade de Santa Quitéria, na região Norte do Ceará, também registrar o fenômeno, que, nesse caso, alcançou magnitude 2.0 na Escala Richter. A Defesa Civil do Ceará foi informada sobre os eventos.

Segundo informações da Coordenadoria da Defesa Civil do município de Sobral, o evento desta terça foi sentido também na localidade de Jordão, distrito de Sobral, e no município de Alcântaras, localizado a aproximadamente 23 quilômetros de Sobral. Nas redes sociais, alguns moradores da região compartilharam que sentiram o fenômeno na madrugada de hoje. O POVO também procurou a Defesa Civil do Ceará e aguarda resposta.

Conforme o mestre em geofísica e técnico do LabSiS, Eduardo Menezes, os tremores de magnitude 1.5 são observados por algumas pessoas por meio da escuta ou por sentir a vibração do fenômeno. “Essa ordem de grandeza é mais notada na parte da noite, pois se ele ocorrer durante o dia em uma região muito movimentada, o fenômeno vai passar despercebido e as pessoas não vão sentir”, explica o técnico do LabSis. Ele ainda destaca que os eventos nessa magnitude não causam danos materiais quando registrados.

Ainda segundo Eduardo, os tremores na ordem de grandeza de 1.5 até 3.0 têm poucos efeitos, não sendo tão sentidos pela população, principalmente se ocorrerem no período da manhã, eles são observados mais durante à noite ou madrugada, pelo fato do horário ser menos turbulento. Já os tremores acima de 3.0 são considerados os mais notados, tanto no período da noite como durante o dia, e os que geram mais preocupação são os eventos acima de 4.0. Esse último, conforme o técnico do LabSis, já são observados alguns danos estruturais, como deslocamento de telhas e trincas e fissuras nas paredes.

Antes do registro de Santa Quitéria no domingo, 4, o último evento registrado no Estado do Ceará ocorreu no dia 14 de junho, no município de Quixeramobim. A magnitude preliminar do evento foi calculada em 1.5. No levantamento dos eventos no Estado, o maior tremor já registrado no Ceará foi em 1980, há mais de 40 anos, e alcançou 5.2 mR

O Laboratório Sismológico da UFRN  segue realizando o monitoramento de toda atividade sísmica que ocorre no Ceará e também na região Nordeste do País, além de divulgar e auxiliar a população sobre eventos sísmicos locais.