PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Investigação de homicídios leva à prisão de 10 suspeitos de integrar facção criminosa

As prisões ocorreram durante Operação Cessar Fogo, da Polícia Civil. Drogas, armas, munições e uma motocicleta foram apreendidas

11:30 | 26/03/2021
Investigações a Polícia Civil resultaram na prisão de 10 pessoas por tráfico de drogas (Foto: Foto: SSPDS)
Investigações a Polícia Civil resultaram na prisão de 10 pessoas por tráfico de drogas (Foto: Foto: SSPDS)

A Operação Cessar Fogo, que visa investigar a disputa por territórios pelo controle do tráfico de drogas, resultou na prisão de dez pessoas suspeitas de integrarem uma quadrilha que atua na Capital e no Interior Norte do Estado. A ação ocorreu na última quarta-feira, 24, e contou com o apoio da Polícia Militar. Drogas, armas, munições e uma motocicleta foram apreendidos. As prisões ocorreram nas cidades de Fortaleza, Guaraciaba do Norte, Croatá, Ipu, Hidrolândia, Itapajé. As investigações iniciaram a partir de um duplo homicídio em Guaraciaba, em fevereiro deste ano.

Segundo a Polícia, duas pessoas foram mortas em fevereiro, em um sítio localizado no distrito de Conceição, em Guaraciaba. Na ocasião, homens invadiram a casa e realizaram disparos de arma de fogo. Um homem e um adolescente morreram. As investigações realizadas pela Polícia Civil concluíram que a ação criminosa está relacionada à disputa de território entre grupos criminosos.

LEIA MAIS| Polícia cumpre mais de 100 mandados em operação contra crime organizado em Sobral

Os mandados de prisão temporária pelo crime de homicídio, ocorrido em Guaraciaba, foram cumpridos contra sete pessoas durante os trabalhos policiais na Capital e nas cidades de Guaraciaba, Croatá, Ipu, Hidrolândia, Itapajé. No total, 60 policiais civis e militares participaram dos trabalhos.

Outros dois mandados de prisão temporária por homicídio e busca e apreensão foram cumpridos contra Tainara Lourenço de Lima, 21, e Derivan Justino de Morais, 20, no Sítio Paraíso, também em Guaraciaba. O casal também é investigado pelas mortes ocorridas no município e pelo envolvimento com o comércio de entorpecentes.

No imóvel dos suspeitos, os policiais civis encontraram uma pistola calibre 40, um revólver calibre 38, dois carregadores de pistola, 41 munições calibre 38 e 40, 92 gramas de crack, 207 gramas de maconha, 350 gramas de cocaína, uma balança de precisão, além de dinheiro e uma moto com numeração adulterada.

As duas pessoas também foram autuadas em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse ilegal de arma de fogo, receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor. Ainda na casa, os policiais localizaram Luiz Felipe da Silva Souza, 22, conhecido como “Macaco Louco”, com passagens por porte ilegal de arma de fogo. Um mandado de prisão temporária por homicídio doloso também foi cumprido contra ele. O jovem é um dos alvos da investigação sobre o duplo homicídio em Guaraciaba.