PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Um dia antes da suspensão do transporte intermunicipal, passageiros tentam antecipar viagens

A partir de amanhã, 12, ficará suspenso o transporte intermunicipal de passageiros, individual ou coletivo, regular e complementar. Essas e outras medidas seguem até o próximo dia 17 de fevereiro.

Marília Freitas
11:51 | 11/02/2021
FORTALEZA,CE, BRASIL, 11.02.2021: Movimentação na Rodoviária de Fortaleza um dia antes da decreto que suspende viagens intermunicipais nos dias que seriam de Carnaval (Foto: FABIO LIMA)
FORTALEZA,CE, BRASIL, 11.02.2021: Movimentação na Rodoviária de Fortaleza um dia antes da decreto que suspende viagens intermunicipais nos dias que seriam de Carnaval (Foto: FABIO LIMA)

Atualizada em 11/02/2021 às 14h29min

Diante da vigência do novo decreto estadual para os dias que seriam de Carnaval, a Rodoviária Engenheiro João Thomé, em Fortaleza, registrou alta demanda da troca de passagens na manhã desta quinta-feira, 11. A movimentação acontece um dia antes da suspensão do transporte intermunicipal de passageiros, individual ou coletivo, regular e complementar. O decreto considera exceção o transporte no âmbito metropolitano e especifica controle de entrada e saída de veículos de Fortaleza. Essas e outras medidas seguem até o próximo dia 17 de fevereiro. 

O POVO conferiu o movimento no Terminal Rodoviário. Mesmo sem um fluxo intenso de passageiros, as agências de viagem do local registraram altas nas buscas pela troca de passagens e as empresas estão adaptando os calendários de viagem para as alterações.

Foi o caso da passageira Erlane Mendes. De passagem marcada para a Serra da Ibiapaba às 5h30min de amanhã, 12, ela foi até a Rodoviária nesta manhã para tentar trocar a data de viagem ainda para hoje. "Eu moro lá e trabalho aqui, todo fim de mês eu vou. Se não conseguir trocar, só vou daqui a um mês", afirmou. Ela disse ainda que não recebeu orientações por parte dos funcionários da empresa responsável pela sua viagem. "Se eu não chegar lá, eles não falam", frisou.

Clique na imagem para abrir a galeria

A partir de amanhã, o deslocamento de entrada e saída de veículos na Capital só será permitido em situações específicas: casos de saúde, moradia, trabalho, transporte de cargas e outras. Maria Ferreira, 54, conseguiu trocar sua passagem de volta para a cidade natal. A ida estava marcada para amanhã, mas ela conseguiu mudar para a noite desta quinta.

Entretanto, isso só foi possível pois Maria começou um tratamento contra o câncer no Instituto do Câncer do Ceará (ICC). "Não foi fácil, eu tive que provar que ela estava doente. Já tínhamos comprado a passagem de volta. Se não desse certo, iríamos viajar só dia 18, e aí? Ainda bem que deu certo", comemorou o esposo, Antônio Ferreira.

Alheio ao decreto estadual, o enfermeiro Jean Lopes, 30, buscou uma das agências de viagens para comprar passagem para domingo com destino a Jaguaretama. "Eu não estava sabendo dessa proibição. Agora, vou ter que dar um jeito. Tentar uma carona, possivelmente." O profissional pretende dar plantão no hospital municipal da cidade. Em Fortaleza, trabalha no Hospital de Messejana.

"Pra gente que trabalha na área da saúde e ver os casos de Covid-19 aumentando, com certeza neste carnaval iria aumentar mais ainda, entendemos que é uma medida correta. Alguns vão se prejudicar, mas, infelizmente, é assim. Mais prejudicado está quem perdeu a vida. Serão prejudicados, mas pelo menos terão a vida garantida."

Vale lembrar que apenas viagens intermunicipais estão proibidas. As interestaduais estão ocorrendo normalmente. Dentre as adaptações para a demanda de troca, empresas como São Benedito e Princesa estão possibilitando a troca do horário pela internet, nos casos em que a compra foi efetuada online. Responsável pela administração da Rodoviária, o gerente da empresa Socicam, Milton Fialho, estava em reunião e não pôde atender a equipe do O POVO que estava no local.

Em comunicado, a empresa Guanabara reforçou que os serviços estão suspensos e que tem seguidos os protocolos sanitários contra a Covid-19. "Essas medidas representam o respeito, o cuidado e o compromisso que a empresa tem com os clientes e para a prestação de um serviço de excelência. (...) Lamentamos a suspensão dos serviços. Informamos ainda que as linhas interestaduais continuam operando normalmente. Pedimos desculpas pelos transtornos causados e nos colocamos à disposição de nossos clientes para mias esclarecimentos", destacou.


Com informações do repórter Italo Cosme