PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Três espingardas são apreendidas em fábrica clandestina de armas em Santana do Acaraú

Ao todo, foram apreendidas 30 munições, uma máquina de solda, duas furadeiras de mão, uma peça de rifle e vários utensílios como parafusos, disco de lixadeira, espoleta e pólvora.

Marília Freitas
17:52 | 30/01/2021
Armas foram apreendidas (Foto: Divulgação/SSPDS)
Armas foram apreendidas (Foto: Divulgação/SSPDS)

Uma ação da Polícia Militar do Ceará (PMCE) resultou na prisão de um homem e na apreensão de três armas de fogo e outros materiais utilizados na fabricação de armamentos. A captura aconteceu na última sexta-feira, 29, no bairro Alto da Liberdade, em Santana do Acaraú. A polícia investiga a suspeita de que o local onde o armamento foi encontrado funcionava como uma fábrica clandestina de armas.

As equipes da PMCE, integrantes da Unidade Integrada de Segurança (Uniseg) de Sobral, receberam denúncias sobre um possível confronto entre grupos rivais que aconteceria na cidade. Com apoio de composições do Comando Tático Rural (Cotar), também da PMCE, as equipes montaram uma estratégia e se deslocaram até o endereço indicado. Vários locais foram vistoriados.

Em determinado momento, as equipes perceberam alguns indivíduos fugindo, pulando muros de residências. O acompanhamento tático foi feito e os militares encontraram três espingardas artesanais calibre .12, com munições, além de ferramentas e maquinários utilizados na fabricação de armas de fogo.

Foram apreendidas um total de 30 munições, além de uma máquina de solda, duas furadeiras de mão, uma peça de rifle e vários utensílios como parafusos, disco de lixadeira, espoleta e pólvora. O homem preso, identificado como Francisco Leonardo Alves, 28, confessou ser o dono das armas e confirmou que fabricava o material para comercialização. Ele tem passagens por ameaça e roubo.

Francisco e os materiais apreendidos foram conduzidos até a Delegacia Regional de Sobral, unidade da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE). Lá, foi instaurado um inquérito. O suspeito foi autuado por comércio ilegal de arma de fogo. A continuidade do caso fica a cargo da Delegacia Municipal de Santana do Acaraú, com o intuito de identificar outros participantes do crime.

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o telefone (88) 3644-1565, da Delegacia Municipal de Santana do Acaraú. O sigilo e o anonimato são garantidos.