Participamos do

Em 2020, Ceará apreendeu a maior quantidade de drogas dos últimos 15 anos

Um aumento de 67% em comparação a 2019
13:39 | Jan. 27, 2021
Autor Marcela Tosi
Foto do autor
Marcela Tosi Repórter de Cotidiano
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Nos doze meses de 2020,  8,3 toneladas de cocaína, crack e derivados de cannabis foram apreendidas durante o trabalho ostensivo e investigativo das Polícias Militar do Ceará (PMCE) e Civil do Estado do Ceará (PCCE). A quantidade representa um aumento de 67% em comparação ao mesmo período de 2019. Conforme a Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), esse é o melhor resultado desde 2006.

LEIA MAIS | PRF prende casal que transportava mais de R$ 3 milhões em cocaína

LEIA MAIS | 11,6 kg de skunk são apreendidos no Pinto Martins e passageiro suspeito consegue fugir

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Utilizamos inteligência, planejamento, estratégia e muita investigação policial”, afirma Sandro Caron, secretário da Segurança Pública e Defesa Social. “Também é importante destacar que reprimindo o tráfico de drogas se corta a principal fonte de renda dos grupos criminosos. Com o combate eficiente, uma repressão qualificada ao crime organizado, com a prisão de seus chefes e a descapitalização desses grupos, nós atingimos toda essa estrutura criminal.”

Durante todo o ano de 2020, foram realizadas 6.411 prisões e apreensões em flagrante por tráfico de drogas.

LEIA TAMBÉM | Mais de 300 kg de cocaína foram apreendidas em casco de navio no Pecém pela PF

Um dos maiores prejuízos aos grupos criminosos foi uma ação ocorrida no dia 6 de setembro, quando a (PMCE) apreendeu quatro toneladas de maconha prensada. A ocorrência foi registrada na cidade de Aquiraz, no distrito de Tapuio. O material estava em um caminhão que também foi apreendido. 

Em outubro, o Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas (NCTD) da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, no Cariri, apreendeu 250 quilos de maconha. O material estava separado em 266 tabletes, dois mil papelotes de cocaína e dois quilos de pasta base. Também foi apreendida uma arma de fogo e realizada uma prisão em flagrante.

“Dentro desse contexto também merece comentar a questão da grande quantidade de droga que foi incinerada aqui pela Denarc. Fruto, exatamente, do trabalho incansável de todos os operadores do Sistema de Segurança Pública, que deflagram operações que culminam nessas apreensões. Então isso é uma satisfação que se dá para a sociedade, demonstrando que essa droga, depois de apreendida e mediante autorização judicial, é incinerada e se torna imprestável para qualquer uso ou consumo”, afirma o delegado geral da Polícia Civil, Marcus Rattacaso.

Com informações da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags