PUBLICIDADE
Ceará
Noticia

Sangalo Schneider, a mulher trans que virou estrela de propaganda de cerveja no Ceará

"Sangalo era só um panfleto e hoje é um outdoor"

Alan Magno
21:04 | 15/01/2021
Artista Sangalo Schneider, ex-integrante do reality show Glitter e concede entrevista exclusiva ao O POVO após participar de propaganda da cerveja Legítima (Foto: Roberto Kennedy / Bando Propaganda)
Artista Sangalo Schneider, ex-integrante do reality show Glitter e concede entrevista exclusiva ao O POVO após participar de propaganda da cerveja Legítima (Foto: Roberto Kennedy / Bando Propaganda)

“Destruidora mesmo”, assim gosta de se definir a cabeleireira Sangalo Schneider, que foi uma das participantes do reality show cearense Glitter, em 2012 e voltou a ser vista pelo público por meio da campanha publicitária da cerveja Legítima. Cearense arretada e inquieta, diz que ao longo dos 33 anos de vida, já pode vivenciar de tudo um pouco, mas que o maior sonho segue sendo “conhecer, viajar e explorar esse Brasil”. Em entrevista ao O POVO, a artista diz ter como público "todo mundo" e comenta entre o humor e a seriedade sobre a importância da representatividade feminina e trans nos meios de comunicação e da divulgação de trabalhos feitos por LGBTQIA+.

O POVO: Qual a importância de se ter uma mulher trans estrelando uma ação publicitária com abrangência em todo o Ceará?

Sangalo: Quando me convidaram eu me senti muito felizarda. Eu, cidadã de Fortaleza, vindo de onde eu vim, participar disso tudo, tem sido muito gratificante. Mas o melhor e mais importante é poder representar nossa classe, que é uma das melhores. Representando essa coisa toda que é o nosso mundo LGBT, de passar na televisão não porque foi morta, foi agredida, não, nada disso, mas sim pelo nosso talento mesmo. Nós não viemos ao mundo à toa, nascemos “bichas” e com criatividade, com inteligência, com poder, com tudo.

OP: Você alguma vez já tinha se imaginando sendo destaque em uma campanha de divulgação como está ?

Sangalo: Não, nunca, a gente nunca se imagina sendo essa coisa toda né. Eu não esperava essa repercussão tão grande, mas o melhor disso tudo é o respeito. Agora são homens, policiais, são famílias, todo tipo de gente que para e fala comigo e não me chamam de “viado” ou coisas assim, não tem mais esse palavreado, agora sempre pedem para tirar foto e é sempre “a menina da propaganda”, “a moça da cerveja”, e esse respeito, isso não tem preço. Isso é muito gratificante.

OP: Como foi voltar para a TV e outros meios de comunicação 8 anos após participar do Glitter ?

Sangalo: Eu nunca parei, sabe, continuei trabalhando no meu bairro, no salão de beleza, e fui para as redes sociais me divulgar, fazer meus shows, divulgar meu talento. Tive muita dificuldade sim, muita gente já me enganou e me prejudicou, mas jamais pensei em desistir, era sempre: vou continuar, vou realizar meu sonho. E a maior dificuldade até agora foi enfrentar a Covid-19, muitos contratos foram perdidos e sem retorno, shows cancelados, mas ainda assim eu continuei trabalhando duro e agora estou vendo os resultados.

OP: Como você se sente sendo conhecida como um ícone da cultura LGBT no Estado?

Sangalo: Quando eu paro pra pensar… Eita. É o que eu sempre tenho comigo: quem era Sangalo? Só um panfleto e hoje é um outdoor. O sentimento é pura gratidão, de poder somar, contribuir e fazer brilhar mais essa nossa comunidade maravilhosa. O que mais me move é justamente isso, o amor e o carinho que recebo dos fãs, dos amigos e familiares também. Eles me chamam de rainha e eu digo: sou a rainha de vocês, por vocês. E eu espero que nesse 2021, todos nós tenhamos saúde, mental, espiritual, enfim, com saúde, a gente pode fazer tudo e eu pretendo fazer muito mais.

Veja parte da campanha da Legítima, estrelada por Sangalo Schneider


Veja fotos da campanha da Legítima, estrelada por Sangalo Schneider

Clique na imagem para abrir a galeria