PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Professores aprovados em concurso de 2018 serão chamados pelo Governo do Ceará no primeiro semestre de 2021

A convocação foi anunciada pelo governador do Ceará, Camilo Santana, nesta terça-feira, 29; serão chamados 1250 docentes em janeiro e 1250 em junho

18:00 | 29/12/2020
Camilo Santana, governador do Ceará, anunciará convocação de professores aprovados em concurso de 2018 em live em rede social (Foto: Reprodução/Facebook)
Camilo Santana, governador do Ceará, anunciará convocação de professores aprovados em concurso de 2018 em live em rede social (Foto: Reprodução/Facebook)

Atualizada às 19h01min

Os 2.500 professores aprovados em concurso da Secretaria da Educação do Ceará (Seduc) de 2018 serão convocados pelo governo do Ceará para assumirem cargos ainda no primeiro semestre de 2021. O anúncio foi realizado nesta terça-feira, 29, pelo governador do Estado, Camilo Santana (PT), por meio de vídeo divulgado no Instagram.

De acordo com o mandatário, 1.250 professores serão chamados em janeiro e 1.250 em junho. "O nosso compromisso inicial era chamar 500 (docentes), mas tivemos um ano difícil de pandemia e sabemos a importância que teremos em 2021 pra educação no Ceará, por tanto esses professores irão reforçar o time da Seduc para que possamos superar o desafio do retorno as aulas", pontuou Camilo.

O governador deu o comunicado ao lado de personalidades como a vice-governadora do Estado, Izolda Cela e o professor Anízio Teixeira, presidente do Sindicato dos Professores e Servidores da Educação e Cultura do Estado e Municípios do Ceará (Apeoc). "É uma grande notícia. Para nós representa a possibilidade de ingresso de professores e professoras que batalharam para serem aprovadas no concurso", destacou Anízio, afirmando que a "luta por mais financiamento" na educação continuaria.

| LEIA MAIS | 

Roberto Cláudio reafirma plano de Sarto para vacinação domiciliar para grupos de risco em Fortaleza

Nove meses em isolamento: conheça pessoas que têm mantido cuidados em casa devido à pandemia de Covid-19

Na ocasião, Camilo Santana também aproveitou para afirmar que tem defendido que os professores entrem na primeira fase da campanha de vacinação contra a Covid-19, que atualmente está prevista para ser destinada a pessoas acima de 75 anos e a profissionais da saúde. Justificando o posicionamento, o governador destacou que os docentes têm "muito contato" com crianças e jovens, que muitas vezes podem estar assintomáticos.

O anúncio da convocação é realizado cerca de dois mesmo após os profissionais terem realizado um ato reivindicando datas de convocação dos aprovados no último concurso da pasta. Na ocasião, a manifestação ocorreu em frente à Assembleia Legislativa e seguiu até a Praça da Imprensa. 

Segundo informações da Apeoc, os profissionais aguardavam a convocação para trabalho há quase dois anos do concurso, realizado em 2018. Ao todo, foram ofertadas 2.500 vagas entre diversas disciplinas como Artes, Biologia, Filosofia, História, Física, Espanhol e Inglês.

Em nota, a Seduc informou que o concurso de 2.500 vagas para professor foi homologado em dezembro de 2019 para convocação de 500 vagas em agosto deste ano. No entanto, o cronograma foi suspenso devido o estado de calamidade pública declarado pelo Decreto Legislativo nº 543, no dia 3 de abril deste ano.

Veja o anúncio na íntegra: