PUBLICIDADE
Ceará
Noticia

Pesquisadores irão investigar animais da fauna silvestre e criar livro de espécies ameaçadas no Ceará

O secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno, esteve no lançamento da Semana Estadual de Proteção Animal (Sepa) 2020, na manhã deste domingo, 4, no Parque do Cocó e afirmou a necessidade da criação de uma política para a fauna silvestre cearense

13:10 | 04/10/2020
Lançamento da Semana Estadual de Proteção Animal (Sepa) 2020, aconteceu na manhã deste domingo, 4, quando se comemora o Dia Mundial dos Animais e o Dia de São Francisco, padroeiro dos animais.  (Foto: Aurélio Alves)
Lançamento da Semana Estadual de Proteção Animal (Sepa) 2020, aconteceu na manhã deste domingo, 4, quando se comemora o Dia Mundial dos Animais e o Dia de São Francisco, padroeiro dos animais. (Foto: Aurélio Alves)

Para desenvolver políticas públicas de proteção da fauna silvestre no Ceará, é preciso ter um diagnóstico sobre quantos animais existem no Estado e quais estão ameaçados ou em extinção. Isso foi o que disse Artur Bruno, titular da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), durante lançamento da Semana Estadual de Proteção Animal (Sepa) 2020, na manhã deste domingo, 4, quando se comemora o Dia Mundial dos Animais e o Dia de São Francisco, padroeiro dos animais. Com tema "Fauna Silvestre do Ceará", evento continuará com programação on-line até 10 de outubro, pelas redes sociais e pelo YouTube da Sema.

Segundo o secretário, não existia no Estado uma política sistemática de proteção aos animais silvestres. “O governador Camilo Santana criou a Coordenadoria de Proteção e Defesa Animal no ano passado, com a missão de trabalhar as políticas para animais domésticos, mas, sobretudo, para animais silvestres”.

Um dos desafios é categorizar e realizar o diagnóstico. Por isso, montou-se uma equipe de pesquisadores da área para a elaboração do Livro Vermelho de espécies ameaçadas da fauna do Estado do Ceará. O trabalho será conduzido pelo professor Marcelo Soares, cientista-chefe da equipe. De acordo com o secretário Artur Bruno, as atividades para o diagnóstico já estão em andamento e os resultados serão entregues nos poucos, pelos próximos dois anos.

Artur Bruno recorda que também foi criado, com a Prefeitura do Crato, o Refúgio do Soldadinho do Araripe, ave símbolo da Região do Cariri.

Semana Estadual de Proteção Animal

Thais Tavares, da Coordenadoria de Proteção Animal (Coani) da Sema, destaca na programação do evento as lives de terça, 6, e quinta-feira, 8 - respectivamente sobre a elaboração do Livro Vermelho e sobre os desafios da proteção da fauna silvestre no Ceará.

“O maior desafio está no combate à caça animal e ao tráfico ilegal de animais silvestres. É preciso pensar tanto a parte da fiscalização quanto a educação da própria população”, diz Thais. Sobre os animais domésticos, ela afirma que o abandono e os maus tratos estão entre as maiores preocupações da Coordenadoria. “As organizações não-governamentais fazem um trabalho maravilhoso de auxílio às entidades governamentais ao abrigar esses animais, mas vai ter um momento em que elas estarão lotadas”, afirma.

Programação de Lives

Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção e o Impacto da Caça no Ceará
Quando: nesta terça-feira, 6, às 10 horas
Onde: YouTube Sema 
Palestrantes: Marcelo Soares, coordenador do Programa Cientista-chefe da Sema; Daniel Cassiano Lima, professor da Faculdade de Educação de Itapipoca (Facedi), da Universidade Estadual do Ceará (Uece) e coordenador de Táxon-Anfíbios. Haverá participação especial também do secretário Artur Bruno.
Moderadora: Thaís Câmara (Coani/Sema).

Criadouros, licenciamento e venda de animais silvestres
Quando: nesta quinta-feira, 8, às 10 horas
Onde: YouTube Sema 
Palestrantes: Roberto Cavalcante, fiscal ambiental da Semace; Miller Holanda Câmara, chefe da Divisão Técnico Ambiental do Ibama, no Ceará
Moderadora: Mônica Carvalho (Coani/SEMA).

Com informações da repórter Marcela Tosi