PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Cerca de 30% das escolas particulares voltaram às aulas no Ceará nesta terça; veja como foi o retorno

Percentual foi calculado pelo Sindicato que representa as escolas particulares. Expectativa agora é com as próximas fases

Ítalo Cosme
13:27 | 01/09/2020
Farias Brito é uma das instituições tradicionais de Fortaleza que retornou hoje com aulas presenciais na educação infantil  (Foto: FÁBIO LIMA)
Farias Brito é uma das instituições tradicionais de Fortaleza que retornou hoje com aulas presenciais na educação infantil (Foto: FÁBIO LIMA)

Atualizada às 16h07min

Aproximadamente 30% das escolas particulares de ensino infantil voltaram às aulas presenciais nesta terça-feira, 1º, em Fortaleza e na Região Metropolitana. A estimativa é do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Ceará (Sinepe-CE). Pela manhã, esse percentual era de 20%, mas foi atualizado para 30% no meio da tarde.

Conforme Decreto do Governo do Estado, as turmas de creche e pré-escola estão aptas a retomar às aulas presenciais com até 30% da capacidade. A educação presencial no Ceará estava paralisada totalmente desde 16 de março, quando foi suspensa devido à pandemia do novo coronavírus.

Surpreendidas positivamente com a decisão do governador em relação às turmas que voltariam na fase de transição, as escolas particulares adotam cautela neste momento de readaptação com as crianças e as famílias. As instituições também precisam se adequar às exigências impostas pela gestão estadual. Conforme O POVO mostrou na edição desta terça-feira, 1º, algumas escolas adiaram o retorno para a próxima semana

Dentre os mais tradicionais estabelecimentos de ensino em Fortaleza, o 7 de Setembro e o Farias Brito retornaram as atividades hoje. Os colégios Christus e Master voltam nesta quarta-feira, 2. Ari de Sá e Antares, na próxima terça-feira, 8.

No último fim de semana, gestores e parte da comunidade escolar fizeram força-tarefa para testar todos os profissionais envolvidos no retorno. De acordo com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), foram repassados mais de 6 mil kits para a testagem da rede particular. Desses, 2.790 coletas foram feitas nas unidades, somente no último fim de semana.

Até o final desta semana, o governador Camilo Santana deve anunciar quais turmas retomam nas fases seguintes. Após essa fase de transição para a educação, com a educação infantil, outras três devem ocorrer com os outros níveis escolares.

“A gente gostaria que o primeiro ano do ensino fundamental fosse liberado na Fase 1 da retomada educacional. Porque a gente vai crescendo conforme a idade do aluno vai avançando”, entende Henrique Soárez, diretor do 7 de setembro e coordenador da comissão de retorno às aulas no Sinepe-CE.

Expectativa de fases de retorno da Educação Básica:

 

Transição: educação infantil (creche e pré-escola)


Fase 1: 9º ano do fundamental e 3º ano do ensino médio

Fase 2: demais séries do ensino fundamental 2


Fase 3: primeiro e segundo ano do ensino fundamental 1 e demais séries do médio

“Quando o governador antecipou o infantil, a gente achava que ele ia antecipar até o segundo do fundamental. Mas mesmo assim fomos agradavelmente surpreendidos. O Sinepe agradece o direito de voltar com a educação infantil, mas gostaríamos de fazer pontuações sobre as próximas fases. A gente tem ajustes a sugerir”, solicita Henrique Soárez.