PUBLICIDADE
Ceará
Noticia

Camilo libera volta de creches e educação infantil privada em Fortaleza

Aulas presenciais de ensino fundamental e médio não foram liberadas. Cinemas e teatros também voltam no dia 1º setembro, com no máximo 35% da capacidade. Eventos com até 100 pessoas podem ser realizados a partir do dia 14 de setembro

16:07 | 28/08/2020
Camilo Santana (PT) (Foto: REPRODUÇÃO)
Camilo Santana (PT) (Foto: REPRODUÇÃO)

A reabertura das escolas particulares de ensino infantil em Fortaleza, com atividades presenciais, começará no dia 1º de setembro. O anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana (PT) durante transmissão nas redes sociais na tarde desta sexta-feira, 28. Decisão é tomada após série de reuniões com setores da educação e Comitê Científico. Será autorizada presença de 30% das crianças. Cinemas e teatros também estão autorizados a voltar a funcionar, cumprindo limite de 35% da capacidade. 

Decisão sobre os estudantes das outras séries, do ensino fundamental e médio, fica para semanas seguintes. Escolas e creches públicas ainda não reabrirão.

Eventos com até 100 pessoas também estão autorizados, a partir do dia 14 de setembro. 

As aulas presenciais foram suspensas em 16 de março, um dia após a confirmação dos três primeiros casos de Covid-19 no Estado.

Entidades que representam profissionais da educação são contra o retorno presencial, justificando que abertura das escolas pode contribuir para uma segunda onda de contaminação do vírus no Ceará. O Sindicato dos Professores e Servidores da Educação e Cultura do Estado e Municípios do Ceará (Apeoc) entregou, nesta sexta-feira, 28, ofício à Secretaria da Educação (Seduc) solicitando o não retorno das aulas presenciais no estado.

As escolas particulares têm feito pressão pela reabertura. Na semana passada, o Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Ceará (Sinepe-CE) realizou carreata para pedir retorno das aulas presenciais. A entidade defende que a rede privada está preparada para o retorno desde julho.