PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Sobral registra 19 ocorrências de incêndio em 24 horas

As informações são do Corpo de Bombeiros, que atenderam tanto ocorrências por vegetação quanto monturo (fogo em lixo)

13:48 | 14/08/2020
Para conter as chamas foram utilizados cerca de 80 mil litros de água, além de material de sapa (abafadores, pás e enxadas), bombas costais e soprovarredor (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
Para conter as chamas foram utilizados cerca de 80 mil litros de água, além de material de sapa (abafadores, pás e enxadas), bombas costais e soprovarredor (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

O município de Sobral, no Ceará, registrou, em 24 horas, pelo menos 19 ocorrências de incêndio entre quinta e sexta-feira (13 e 14 de agosto). Foram 17 ocorrências em vegetação e duas em monturo (fogo em lixo). Os dados são da 1ª Companhia do 3º Batalhão de Bombeiro Militar (Quartel de Sobral), que atenderam as ocorrências.

Para controlar os incêndios, foram utilizados cerca de 80 mil litros de água, além de material de sapa (abafadores, pás e enxadas), bombas costais e soprovarredor.

Veja os locais dos incêndios em vegetação:

Rua Lindolfo de Sousa Albuquerque, Bairro Pedrinhas
Assentamento Oiticica, Aracatiaçu
Rua da Consolação, Bairro parque Silvana I
Fazenda Bom Futuro, estrada que liga Sobral a Groaíras
Estrada que liga Sobral a Jordão
Avenida Jules Soares Barreira, Bairro COHAB 02
Rua Monsenhor Aloísio Pinto, Bairro conjunto Santo Antônio
Jatobá II, Bairro COHAB II
Localidades de Patos
CE que liga Sobral a Santana
Estrada de Cariré
CE que liga Sobral a Santana
Localidade de Patos
Estrada que liga Salgado dos Machados e Groaíras
Rua Padre Cicero, Jaibaras
AV John Sanford, Bairro Junco
Rua Maria da Conceição, Bairro Renato Parente


Agora veja os locais dos incêndios em monturo (fogo em lixo):

Rua Monte Alverne II, Bairro Derby
Rua Monsenhor Aluísio Pinto, Bairro Conjunto Santo Antônio


Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, como o Ceará se localiza no semiárido, região com baixas precipitações, principalmente no período do 2º semestre, as queimadas na vegetação são mais propícias de acontecerem. Já o chamado incêndio florestal, que é todo fogo sem controle que incide sobre qualquer forma de vegetação, pode ser tanto provocado pelo homem quanto por causa natural.

Dicas de prevenção

Nunca jogar resto de cigarro ainda aceso ou qualquer outra fonte de calor, por menor que seja, em locais onde haja vegetação, menos ainda se esta vegetação estiver seca;

Para as pessoas que viajam bastante, evitar jogar lixo pela janela do carro é essencial para que as queimadas sejam evitadas, pois esse lixo jogado poderá servir de alimento para o fogo;

Em caso de acampamentos, a fogueira precisa ser feita em locais onde não haja vegetação, principalmente seca ou a faça bem perto de um rio, observando o sentido do vento para que as centelhas desse fogo ou fumaça não iniciem um possível incêndio florestal;

Nunca se deve soltar balão, em hipótese alguma, pois estes também são um dos maiores causadores de queimadas, e por isso não soltá-los é uma maneira de evitá-las;

Nunca usar fogo para queima de lixo ou para a limpeza de plantação;

Próximo as estradas e torres de transmissão o ideal é providenciar uma aceiro (limpeza de um terreno em volta de propriedades, matas e coivaras, para impedir propagação de incêndios) nas proximidades, de modo a evitar, em caso de incêndio, que este se alastre.

Também nesse ano, o Corpo de Bombeiros lançou a Operação Floresta Branca, com foco na prevenção. Nesses tempos de pandemia, como a corporação não pode fazer trabalho corpo a corpo com a população, todas as informações e alertas estão sendo feitos por outros canais, como as redes sociais.

LEIA TAMBÉM | Incêndios no Ceará crescem 21,46% em 2020; foram 781 ocorrências