PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Pretos no Enem: voluntários ajudam a pagar inscrição de estudantes que não conseguiram isenção

A iniciativa surge na esteira dos movimentos antirracistas e tem a intenção de ajudar pessoas negras a ingressarem na universidade

Ismia Kariny
12:19 | 04/06/2020

A Iniciativa Pretos no Enem está ajudando pessoas negras em situação de vulnerabilidade socioeconômica a quitar a taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). A ideia do projeto é fazer a ponte junto a voluntários que queiram contribuir com a oportunidade de ingresso desses estudantes na Universidade. Até a manhã desta quinta-feira, 4, quase 4 mil pessoas já tinham se disponibilizado a pagar inscrições de pelo menos 5 mil estudantes.

“Nosso único critério é a confiança mútua. Se você se identifica como uma pessoa negra e não conseguiu pagar sua inscrição do Enem, basta entrar em contato com a gente”, destaca Luan Alencar, um dos 60 voluntários que organizam a ação. Ele acrescenta que, atualmente, o grupo se foca no público negro, mas não descarta a possibilidade de ajudar demais estudantes que estejam em condição de vulnerabilidade, conforme se aproxime o prazo final para o pagamento da inscrição.

No momento, a organização do Pretos no Enem está na busca de candidatos para colaborar com a iniciativa, principalmente por meio de cursinhos pré-vestibular que atendam a esse público. O objetivo é que os professores dessas instituições também se tornem pontes na ação de solidariedade.

Os estudantes que precisarem de ajuda para pagar sua inscrição podem entrar em contato com o grupo por meio do Instagram @PretosNoEnem. Conforme os organizadores, basta enviar uma mensagem direta no perfil para que eles entrem em contato. Assim, com o boleto em mãos, o grupo irá selecionar um dos voluntários para pagar a inscrição. Em seguida, o comprovante de pagamento será enviado ao estudante.

Para contribuir com a iniciativa, o voluntário deve preencher um formulário se colocando à disposição de ajudar com os custos do Exame, indicando também a quantidade de boletos que poderá arcar. Essas informações serão utilizadas para controle da organização, como forma de identificar os voluntários e avaliar a quantidade de estudantes que eles podem atender. Assim, quando receberem os pedidos, o grupo poderá escolher na lista alguém para fazer o pagamento, e essa pessoa enviará de volta o comprovante para ser entregue ao estudante.

Como surgiu o Pretos no Enem

Pretos no Enem nasceu na rede social Twitter, por meio de uma provocação da jornalista e podcaster cearense Lyara Vidal (@friviao) sobre o tema. Integrantes e apoiadores do podcast Budejo (@budejopodcast) criaram um grupo no aplicativo de mensagens Telegram, onde já estão 60 pessoas contribuindo com desenvolvimento da iniciativa coletivamente e voluntariamente.

O movimento ganhou adesão de outros podcasts e apoiadores cearenses, como o Indo e Voltando (@indoevoltando) e SerifaCast (@andrehjc) e Chá com Rapadura (@chacomrapadura), tomando a proporção de apoio de pessoas e instituições de todo o Brasil, após a repercussão nas redes sociais.

Serviço

Estudantes que precisam de ajuda para quitar a taxa de inscrição do Enem podem entrar em contato com o Pretos no Enem pelo Instagram @PretosNoEnem.

Para se tornar um voluntário do projeto, preencha o formulário no seguinte endereço:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScmuLmhiIAT_7fm3uGiIU7-Z6kD7xAyq1Lal6CrlfQylhYEiA/viewform