PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Dia Mundial da Água: consumo tem aumentado durante isolamento; confira dicas de economia

Com mais pessoas em casa, consumo aumenta. É importante seguir as dicas de economia. No Ceará, reservatórios têm 17,3% de sua capacidade

Lucas Braga
15:14 | 21/03/2020
Alerta da Cagece é que haja menos consumo.
Alerta da Cagece é que haja menos consumo. (Foto: Mauri Melo/O POVO)

O Dia Mundial da Água é comemorado neste domingo, 22. Este ano, a data acontece durante a quarentena de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19). Como a população está passando mais tempo em casa, o consumo de água já tem apresentado aumento, de acordo com a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece).

O crescimento não foi mensurado. Entretanto, a Companhia alerta sobre o uso consciente dos recursos hídricos, ainda que a recomendação seja de intensificar a higiene pessoal.

“A Cagece prioriza reforçar abastecimento de água e tratamento de esgoto, já que a tendência é aumentar o consumo. Os níveis dos reservatórios aumentaram, para garantir fornecimento à população, mas lembramos que existem maneiras de usar água de forma sensata e eficiente”, pontua Robervânia Barbosa, gerente de Responsabilidade e Interação Social da Cagece. Ela lembra que cortes por débito foram suspensos.

Combater o desperdício – mesmo na zona urbana – pode evitar que se agrave o quadro crítico dos açudes do Estado, que estão com apenas 17,3% da capacidade de armazenamento, conforme a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

“Não apenas para o Dia Mundial da Água, mas a Cagece tem ampla campanha permanente de educação ambiental. Palestras nas comunidades e instituições de ensino levam o importante tema à população, com as mensagens de economia, preservação dos mananciais e meio-ambiente”, completa Robervânia.

As soluções são fáceis. Lavar a calçada ou o carro com água usada na máquina de lavar, por exemplo, pode representar economia de até 300 litros, comparando ao uso de mangueira.

Confira mais dicas:

Evite a máquina de lavar louças. Cada lavagem pode gastar 40 litros.

Ao lavar louças, encha a metade da pia ou use uma bacia com água e sabão e deixe pratos e talheres de molho. Ensaboe as louças com a torneira fechada e abra apenas para enxaguar. Com essa pequena mudança, você vai economizar mais de 100 litros de água a cada lavagem.

Não deixe torneiras e chuveiros abertos durante o banho ou a escovação dos dentes. A economia pode ser superior a 50%.

Deixe frutas e legumes de molho por alguns minutos em vez de lavá-los com água corrente.

Antes de lavar calçada, quintal ou jardim, mantenha o ambiente limpo com a vassoura. Se for preciso lavar ou aguar, prefira baldes em vez de mangueiras.

Identifique e elimine possíveis vazamentos. Para condomínios que rateiam a conta de água, o ideal é a instalação de medidores individuais do consumo.

Se o consumo de água está alto em seu condomínio, peça ao síndico uma revisão nas instalações hidrossanitárias.

A descarga do aparelho sanitário pode representar até 50% do consumo residencial. Use apenas quando necessário.

Não feche as torneiras com muita força. O ideal, claro, é que elas não fiquem pingando, mas aplicar força excessiva pode danificar os mecanismos, gerando vazamentos inesperados.

Acompanhe o volume consumido em casa, monitorando o hidrômetro diariamente. Se houver vazamento na sua casa, vizinhança ou vias públicas, avise a Cagece.

 

Fontes:
Allianz, Cagece e Agência Nacional de Aguas (ANA)