PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Associação de Catadores e Academia de Segurança Pública assinam termo de compromisso para coleta seletiva solidária

Com a adesão da Aesp, academia responsável pela formação inicial e continuada dos profissionais da segurança pública e defesa social do Estado, aderiram ao projeto 11 órgãos estaduais

Ismia Kariny
13:39 | 06/03/2020

A Associação dos Catadores do Jangurussu entrou em parceria com a Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp/CE) para realizar a coleta dos resíduos sólidos produzidos na entidade. O Termo de Compromisso foi assinado nesta sexta-feira, 6, na presença do Diretor-Geral da Aesp, Juarez Gomes Nunes Júnior, e do secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno.

De acordo com Artur Bruno, o governador Camilo Santana estabeleceu prioridade na área da gestão de resíduos sólidos, ao desenvolver um plano de coletiva seletiva para todos os 184 municípios do Ceará. Além disso, no âmbito do programa Coleta Seletiva Solidária, instituído pelo decreto estadual 32.981 de 21 de fevereiro de 2019, é determinado que todos os órgãos públicos realizem o descarte correto dos resíduos sólidos produzidos.

A proposta do decreto é contribuir para uma melhor gestão dos resíduos sólidos e promover a inclusão social e a emancipação econômica de catadores organizados em associações ou cooperativa. De acordo com Artur Bruno, é uma oportunidade de emprego e renda para as associações. “Além do viés ambiental, esse é um projeto de inclusão para as associações, que são verdadeira instituições ambientais, que reciclam e diminuem a demanda sobre a natureza”, ressalta Artur.

Com a adesão da Aesp, academia responsável pela formação inicial e continuada dos profissionais da segurança pública e defesa social do Estado, aderiram ao projeto 11 órgãos estaduais. Estão incluídos no programa Coleta Seletiva Solidária, o recolhimento de materiais recicláveis não perigosos, como papel, papelão, objetos metálicos e de vidro, pratos, copos e garrafas, descartáveis. A seleção do órgão a ser contemplado pelo programa é feita a partir de sorteio da Secretaria do Meio Ambiente, que é contatada pelas associações e cooperativas.

O POVO tentou contato com a Ascajan por ligação, no entanto, foi informado de que a coordenadora representante da Associação, Sebastiana Alves, está em viagem oficial para participar de evento em Brasília.