PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

"Tudo leva a crer que nós teremos uma epidemia de dengue", afirma secretário da Saúde do Ceará

Número de óbitos passou de 11 para 13 entre os anos de 2018 e 2019

14:43 | 10/02/2020
AEDES AEGYPTI é o transmissor de dengue, zika e chikungunya
AEDES AEGYPTI é o transmissor de dengue, zika e chikungunya (Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas)

O ano de 2019 fechou com alta no número de casos e vítimas em decorrência da dengue no Ceará. Até o dia 28 de dezembro, mais de 15 mil casos foram registrados e 13 pessoas morreram pela doença no Estado, segundo a Secretaria da Saúde (Sesa). Secretário da Saúde do Ceará, Dr. Cabeto, afirma que o Estado poderá ter uma epidemia da doença neste ano. 

“Tudo leva a crer que nós teremos uma epidemia de dengue, por causa do tipo 2, que não rodava há muito tempo e muita gente não está sensibilizada”, justificou. A declaração foi dada durante o Fórum Estratégico da Saúde, que acontece nessa segunda-feira, 10. 

Segundo ele, o enfrentamento da dengue já está sendo feito com campanhas em todos os municípios. Cabeto ressalta que fóruns regionais estão sendo organizados para qualificar agentes para o combate à dengue e também para o retreinamento dos profissionais da saúde buscando o reconhecimento e tratamento precoce.

Com informações de Felipe Pereira