PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Funceme informa balanço parcial de chuvas e fortes ventanias neste domingo

Fortaleza registrou 15 milímetros de chuva, entre 7h e 16 horas deste domingo. Caucaia teve a maior precipitação do Estado, com 25 mm. Céu deve continuar nublado nesta segunda-feira

17:53 | 26/01/2020
Radar meteorológico da Funceme registrou ventos e precipitações neste domingo, 26 de janeiro
Radar meteorológico da Funceme registrou ventos e precipitações neste domingo, 26 de janeiro (Foto: reprodução)

Fortaleza registrou, na manhã deste domingo (26), rajadas de vento de até 47 km/h. De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), o aumento repentino na velocidade dos ventos se deu por causa de uma linha de instabilidade próxima à costa da Capital. Esse sistema é formado por um conjunto de nuvens do tipo Cumulonimbus (Cb) e está associado a fortes precipitações.

Para esta segunda-feira, a previsão é de predomínio de tempo nublado em todas as regiões com possibilidade de chuva na faixa litorânea, Ibiapaba e no Maciço de Baturité. No centro-sul, há cenário favorável para eventos de chuva. A Funceme indica ainda que, amanhã, dia 27, ventos deverão seguir mais fortes.

O tempo chuvoso tem gerado transtornos no Estado. No balanço até às 16 horas deste domingo, 26. Sobral teve as mais fortes ventanias, com rajadas de ventos de até 65,1 km/h, em Fortaleza a média foi de 47,1 km/h. Na Capital, além de oscilações de energia e queda de árvores, o Aeroporto Internacional de Fortaleza, também teve danos por conta dos ventos.

As maiores rajadas registradas pela Funceme, por município foram de:

Média parcial dos ventos registrados neste domingo, 26, no Ceará
Média parcial dos ventos registrados neste domingo, 26, no Ceará (Foto: Alan Magno)

Até meia-noite deste domingo, 26, outras regiões do Estado, incluindo a porção centro-sul, devem receber chuvas acompanhadas de ventos mais intensos do que os registrados até então. Até as 16 horas de hoje, 26, Caucaia concentrava a maior precipitação do Ceará, registrando 25 milímetros de chuva. Fortaleza ocupava o segundo lugar com 15 milímetros.

Considerando dados parciais das Plataformas de Coleta de Dados (PCD) da Funceme e do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os maiores acumulados de chuva foram nos seguintes municípios:


A Funceme reforça ainda que o calor e a alta umidade dos últimos dias foram fatores decisivos para a formação da instabilidade atmosférica que gerou as fortes rajadas de ventos e grandes precipitações no Ceará.