PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Conheça a história de alguns dos 45 cearenses aprovados no ITA

Estudantes viajaram nessa sexta-feira para a terceira etapa do concurso, em São José dos Campos

14:13 | 10/01/2020
FORTALEZA, CE, BRASIL, 10-01-2020: Familiares do João Pedro no embarque para sede do ITA em São Jose dos Campos (Foto: Thais Mesquita/O POVO)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 10-01-2020: Familiares do João Pedro no embarque para sede do ITA em São Jose dos Campos (Foto: Thais Mesquita/O POVO) (Foto: Thais Mesquita)

O céu de Fortaleza na manhã desta sexta, 10, deu trégua na chuva e abriu um sol bonito para facilitar a vista dos pilotos de avião. É que existe muita responsabilidade em pilotar a aeronave em que estarão alguns dos cearenses aprovados no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), um dos vestibulares mais difíceis e disputados do País. Principalmente porque junto a eles embarcaram histórias de superação, conquistas e dedicação. 

O Ceará aprovou 45 alunos no ITA. João Pedro Falcão, Marcos Foloni e Beatriz Feitosa são alguns dos que embarcaram hoje, 10, para São José dos Campos (SP). Lá, os estudantes farão a terceira etapa do concurso, que consiste na avaliação física.

A família de Beatriz Feitosa se despediu da filha com muitas lágrimas e sensação de dever cumprido. (Foto: Thais Mesquita/O POVO)
A família de Beatriz Feitosa se despediu da filha com muitas lágrimas e sensação de dever cumprido. (Foto: Thais Mesquita/O POVO) (Foto: Thais Mesquita)

“É uma sensação muito boa, de muita alegria. O percorrer dela foi de muita batalha, ela estudou demais”, orgulhosa-se Moacira Feitosa, mãe de Beatriz - que estudou durante três anos após se formar no ensino médio para conseguir a aprovação na prova. A mãe chorava ao se despedir da filha com um abraço forte e demorado, daqueles que de longe dá pra notar a saudade.

Essa mistura de saudade e orgulho é sentimento unânime entre os familiares no aeroporto. João Pedro, 19, estava acompanhado dos pais, da irmã e do tio. O fortalezense irá cursar Engenharia Eletrônica, curso que mistura matemática - a grande paixão do rapaz - e física. “Eu tenho muita dificuldade com a parte conceitual da física, mas a base matemática me ajuda muito”, explica João.

Foi o talento para os números que chamou a atenção do colégio onde ele estudava. A instituição de ensino ofereceu a João uma bolsa para a turma ITA após o menino receber medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática (Obmep), em 2017 - ano em que se formou no ensino médio.

Primeiro lugar

Em São Paulo, João irá morar em um alojamento oferecido pelo ITA junto com amigos de turma do Ceará. Entre eles está Marcos Foloni, 20, aprovado em primeiro lugar na categoria ativa, para seguir carreira militar. O rapaz foi parabenizado pelo prefeito de Sobral, Ivo Gomes, pela aprovação, vitória também do ensino fundamental sobralense.

Nascido no Paraná, Marcos morou em Sobral “desde sempre”. Ele se mudou sozinho para Fortaleza a fim de integrar a turma ITA, e viveu no alojamento oferecido pelo colégio até conseguir a aprovação. A dificuldade está em decidir qual carreira seguir: aeronáutica, mecânica ou computação.

Ele é um dos poucos da família a cursar ensino superior. “Eu sempre gostei de ultrapassar desafios, e o ITA foi mais um desafio que eu peguei como meta”, conta. Marcos já recebeu duas medalhas de ouro e uma de bronze em olimpíadas de matemática e astronomia. Todas bem guardadas pela mãe.

Suporte escolar

A dica de ouro que Marcos oferece para aqueles que desejam tentar a prova nos próximos anos é clara: encontrar uma rotina de estudos saudável e nunca esquecer de descansar. “Não adianta nada você estudar e estudar, mas chegar na prova e estar cansado”, pondera.

João Pedro compartilha do mesmo pensamento. É por isso que os meninos aproveitavam o tempo com os amigos e as séries de televisão e animações japonesas, conhecidos como animes, para espairecer e manter a saúde mental.

Clique na imagem para abrir a galeria