PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Morre Andre Matos, ex-vocalista e fundador do Angra, aos 47 anos

A causa da morte foi ataque cardíaco, segundo amigos. A morte do músico, que tinha 47 anos, foi confirmada pelo amigo e baterista Ricardo Confessori

15:40 | 08/06/2019
André Matos faleceu hoje aos 47 anos
André Matos faleceu hoje aos 47 anos(Foto: Divulgação)

Andre Matos, ex-vocalista e um dos fundadores da banda brasileira de metal Angra, morreu neste sábado, 8, aos 47 anos. A causa da morte foi ataque cardíaco, conforme amigos informaram ao UOL. Andre havia se apresentado no último domingo, 2, no Espaço das Américas, em São Paulo.

A morte foi confirmada pelo baterista Ricardo Confessori, em publicação no Instagram. "É com profunda dor em nossos corações que nos despedimos do Andre mais uma vez, desta vez de forma definitiva", escreveu o baterista, membro da banda Shaman e amigo do músico.

O cantor Edu Falaschi, que assumiu os vocais do Angra após a saída de Andre Matos, lamentou a morte. "É com grande surpresa e pesar que recebi a notícia da morte de André Matos. Um dia que ficará na história por marcar uma das perdas mais impactantes para o mundo do heavy metal mundial, o meu mais sincero pêsame para toda a família Matos e seus companheiros de banda."

Andre Matos começou a carreira ainda adolescente nos anos 80, com a banda Viper. Em 1991, fundou o Angra com os guitarristas Rafael Bittencourt e André Linhares, seus amigos de faculdade. Ele deixou o Angra em 2000, depois de uma briga com os empresários e com Rafael Bittencourt, que segue até hoje com outros integrantes. Em 2016, a banda realizou duas turnês distintas para celebrar os 20 anos do disco "Holy Land".

Após deixar o Angra, ele fundou a Shaman ao lado do baixista Luis Mariutti e do baterista Ricardo Confessori, que também deixaram o Angra. A formação original durou até 2006, e, a partir de 2007, o vocalista seguiu em carreira solo.

Em 2018, o Shaman voltou com sua formação original. A banda estava fazendo shows desde setembro do ano passado com Andre Matos nos vocais, Hugo Mariutti na guitarra, Luis Mariutti no baixo e Ricardo Confessori na bateria. 

Redação O POVO Online