PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Estudo deve traçar realidade socioeconômica do litoral cearense

Vinte e três municípios litorâneos serão incluídos no levantamento

13:33 | 28/05/2019
Expectativa é traçar a partir do estudo da ZEEC um estudo sobre a realidade socioeconômica de cada região do estado
Expectativa é traçar a partir do estudo da ZEEC um estudo sobre a realidade socioeconômica de cada região do estado (Foto: Mateus Dantas/ O POVO)

Para melhor entender e atualizar as condições sociais e ambientais do litoral cearense, um estudo será elaborado sobre o Zoneamento Ecológico da Zona Costeira do Estado (Zeec). A pesquisa deve ser utilizada como instrumento técnico e político de planejamento para a faixa litorânea cearense e deve contribuir na construção de políticas públicas em consonância com diretrizes de desenvolvimento sustentável. O resultado desse material será apresentado em fevereiro de 2020. As informações foram divulgadas nesta terça-feira, 28, durante o 1° seminário de Zoneamento Ecológico da Zona Costeira do Ceará. 

A expectativa é identificar áreas e como podem ser desenvolvidas atividades econômicas nesses locais. No total, 23 municípios cearenses são banhados pelas águas do Oceano Atlântico, do Icapuí a Camocim. As ações envolvem as regiões da Costa Oeste, Leste e Extremo Oeste, além de Fortaleza e Região Metropolitana e ocorrerão durante todo o ano de 2019.

De acordo Artur Bruno, titular da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), há grande interesse do empresariado na costa cearense, sendo o estudo um instrumento também requerido pelos empreendedores interessados em investir no Ceará. De acordo com ele, empresários da área de resorts, pousadas, hotéis, usinas eólicas e solares têm desejo, mas precisam de uma segurança para saberem sobre quais áreas podem empreender.

“Além disso, o estudo é para dar segurança aos moradores dos municípios litorâneos. Queremos que seja gerado emprego e renda. Mas ao mesmo tempo precisamos garantir a sustentabilidade desses recursos naturais. De forma resumida, crescimento econômico, gerando renda e preservando os recursos”, destacou Arthur Bruno na manhã desta terça-feira, 28.

Conforme o secretário, a Sema fez um processo de licitação, o consórcio responsável pelo levantamento é a TPF GAU. Espera-se uma revisão do zoneamento geoambiental feito pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) alguns anos atrás. Além de preparar um zoneamento socioeconômico.

Programação do 1° seminário de Zoneamento Ecológico da Zona Costeira do Ceará;

Fortaleza e Região Metropolitana (São Gonçalo Do Amarante, Caucaia, Fortaleza, Eusébio e Aquiraz)

Onde: Caucaia

Data: 29/5/2019

Horário 8h30min às 13h

Local: Auditório do Parque Botânico do Ceará

Endereço: Rodovia CE 090, bairro Itambé, Caucaia, Ceará

Região Costa Leste (Pindoretama, Cascavel, Beberibe, Fortim, Aracati e Icapuí)

Data: 20/5

Horário: 8h30min às 13h

Local: Auditório IFCE,Campus Aracati

Endereço: Rodovia CE 040, km 137, Bairro Aeroporto, Aracati

Região Costa Extremo Oeste (Chuval, Barroquinha, Camocim, Jijoca de Jericoacoara, Cruz, Acaraú, Itarema, Amontada)

Data: 4/6

Horário: 8h30min às 13h

Local: Auditório da Câmara Municipal de Jijoca de Jericoacoara

Endereço: Avenida Jericoacoara, n° 474, Centro, Jijoca de Jericoacoara

Região Costa Oeste (Itapipoca, Trairi, Paraipaba, Paracuru)

Data:5/6

Horário: 8h30min às 13h

Local: Auditório IFCE Campus Itapipoca

Endereço: Rua da Universidade, n° 102, bairro Madalena, Itapipoca, Ceará;

Com informações da repórter Luana Severo 

Italo Cosme/ especial para O POVO