PUBLICIDADE
Ceará
INTERVALO DE QUATRO DIAS

Mais de 70 pequenos tremores de terra atingem Sertão Central do Ceará de domingo até esta quarta

Técnicos do Laboratório Sismológico (Labsis), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), estudam até onde a intensa atividade sísmica conseguiu afetar

11:06 | 20/03/2019
Estrela vermelha marca epicentro dos tremores. (Imagem: LABSIS/DIVULGAÇÃO)
Estrela vermelha marca epicentro dos tremores. (Imagem: LABSIS/DIVULGAÇÃO)

Desde a noite de domingo, 17, até esta quarta-feira, 20, foram de intensa atividade sísmica nos municípios de Boa Viagem e Madalena. De acordo com técnicos do Laboratório Sismológico (Labsis), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), tremores de terra de até 2,6 foram registrados nas cidades.

No domingo, o epicentro do evento foi registrado a cerca de 20 km da sede de Boa Viagem. Naquele dia, ao todo, foram registradas três atividades símicas na região. Os cálculos preliminares apontam magnitudes  de 1,8 (às 22h24min.), 2,1  (às 23h20min.) e 2.4 (às 23h41min). 

Na segunda-feira, outro tremor foi registrado com magnitude de 2,3, às 12h45min, já o segundo foi de 2,6, às 16h28min. 

70 eventos

Na terça-feira, 19, as atividades voltaram a ocorrer, seguindo até esta quarta-feira. De acordo com o Labsis, já foram registrados mais de 70 eventos na estação de Pedra Branca (NBPB), a aproximadamente 50 km da área epicentral. 

No dia de São José, os eventos de maior magnitude ocorreram às 8h19min, de magnitude 2,3. Na quarta-feira, o tremor atingiu magnitude 2,9 às 7h32min. Os eventos foram registrados por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira, operadas pela UFRN. Ainda conforme o Laboratório, informações preliminares colhidas no município indicam que os eventos foram sentidos principalmente na localidade de São Joaquim. 

Os técnicos ainda apontam que não há como prever como essa atividade sísmica vai evoluir, podendo diminuir ou até mesmo aumentar. Uma equipe do Labsis deve seguir para a região para esclarecer a população e tentar instalar estações sismográficas portáteis que permitam identificar com maior precisão a área epicentral.

O POVO Online tentou contato com técnicos do Laboratório, mas eles informaram que estão processando os dados colhidos nos últimos dias e só devem se pronunciar à tarde. A reportagem também tenta contato com a Defesa Civil de Boa Viagem e Madalena. 

O Povo