PUBLICIDADE
Ceará
CARIRI

Vítima de enchente no Crato era vaqueiro e foi arrastado pela correnteza

Homem tinha 20 anos, segundo o Corpo de Bombeiros

11:56 | 19/03/2019
Equipes da Prefeitura realizam limpeza no local
Equipes da Prefeitura realizam limpeza no local

A vítima das fortes chuvas e da cheia brusca do rio Granjeiro, no Crato (Região do Cariri), foi José Guilherme Pereira de Sousa, de 20 anos. O jovem, que era vaqueiro, morreu após ter sido arrastado pela água, enquanto tentava cruzar uma passagem molhada, próximo a uma cachoeira.

O corpo foi parar em local de difícil acesso e foi resgatado por uma guarnição do Corpo de Bombeiros por volta da meia-noite desta terça-feira, 19. As informações são da assessoria de comunicação dos Bombeiros.

Segundo apuração da rádio O POVO CBN Cariri, outros dois motociclistas que também foram levados pela água foram resgatados com vida.

O Crato registrou 120 milímetros de chuva entre a manhã dessa segunda e esta terça-feira, 19, segundo boletim da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

O Corpo de Bombeiros informou, em nota, que foram "dezenas de ocorrências" no Município nessa segunda-feira, 18, por causa da cheia do rio em decorrência das fortes chuvas.

"Quedas de árvores em ruas, casas e postes de energia, pelo menos três carros arrastados pela correnteza, que chegou a invadir várias ruas do centro da cidade, deixando para trás lama e sujeira após a redução do nível das águas", informaram os Bombeiros

Uma parte da parede do canal, que já estava danificada, cedeu.

O Povo