PUBLICIDADE
Ceará
Operação Carne Limpa

MPCE autua sete estabelecimentos por condições irregulares para venda de carnes

Segunda fase da ação flagrou comércios em más condições sanitárias ou com violação a outras normas de proteção ao consumidor

20:51 | 11/03/2019

Proprietários de sete frigoríficos foram autuados pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) por más condições sanitárias ou violação de normas de proteção ao consumidor. A operação realizada em Morada Nova teve apoio da equipe de fiscalização do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon).

Operação ocorreu entre quinta-feira e sexta
Operação ocorreu entre quinta-feira e sexta (Foto: Foto: Divulação/MPCE)

A ação ocorreu entre quinta-feira, 7, e sexta, 8, e recebeu o nome de operação “Carne Limpa”. No fim do ano passado, a primeira fase da operação havia inspecionado quatro matadouros clandestinos de animais. Os estabelecimentos posteriormente foram interditados. Desta vez, o foco das ações foi em supermercados e frigoríficos da cidade.

Foram autuados os seguintes estabelecimentos:

Adriano Silva Rabelo – pela ausência do Código de Direito do Consumidor (CDC), do Alvará de Funcionamento, do Registro Sanitário, de preços e do CNPJ.

Frigodé – pela ausência do CDC, de Alvará de Funcionamento, Registro Sanitário vencido, sem preços e CNPJ.

Comercial Casa Cheia – pela ausência do CDC, Alvará de Funcionamento vencido e sem Registro Sanitário.

Supermercado Ana Cristina – pela ausência do Alvará de Funcionamento e com o Registro Sanitário vencido.

Casa da Carne – pela ausência do CDC e livro. Alvará de Funcionamento e Registro Sanitário vencidos.

Frigorífico Lopes – pela ausência do CDC, livro, Alvará de Funcionamento e Registro Sanitário vencidos.

Frigorífico Silva Viana – pela ausência do CDC, livro, Alvará de Funcionamento e Registro Sanitário vencidos.

O POVO Online tentou contato com os estabelecimentos na tarde desta segunda-feira, 11, mas os números informados dos estabelecimentos estão desatualizados. 

O Povo