PUBLICIDADE
Notícias
CHUVAS

Ceará tem mais de 42% do seu território sem seca relativa

El Niño fraco e boas condições do Oceano Atlântico beneficiam a ocorrência de chuvas no Estado

10:39 | 20/02/2019
Entre janeiro de 2018 e janeiro de 2019, área sem seca relativa no Ceará saiu de zero para 42,03%. (Foto: Monitor de Secas)
Entre janeiro de 2018 e janeiro de 2019, área sem seca relativa no Ceará saiu de zero para 42,03%. (Foto: Monitor de Secas)

O mais recente mapa do Monitor de Secas apontou que, em janeiro, o Ceará apresentava 42,03% do seu território sem seca relativa. O dado é o mais positivo desde o início do acompanhamento regular e periódico da seca na região Nordeste, em julho de 2014. No mesmo período do ano passado, o Estado não apresentava nenhuma porção do seu território sem seca.

De acordo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), as chuvas no período de dezembro a janeiro contribuíram para a melhoria do cenário. Já nos três principais meses da quadra chuvosa (fevereiro, março e abril), o Estado tem previsão de 30% de probabilidade de chuvas acima da média, 40% de chuva em torno da média e 30% de chuvas abaixo da média. O indicativo, conforme o prognóstico, é de redução das chuvas ao longo dos meses da quadra.

Resenha publicada nessa terça-feira pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) aponta que a reserva hídrica do Ceará conta com 1,98 bilhão de metros cúbicos de água, o que corresponde a 10,62% da capacidade total de abastecimento - 18,62 bilhões de metros cúbicos. Dos 155 açudes monitorados, cinco estão com volume acima de 90%: Cocó, Jenipapo, São José I, Germinal e Tijuquinha. Esses três últimos estão sangrando e Cocó já sangrou este ano. Outros 104 açudes estão com volume abaixo de 30%.

Balanço diário

Entre as 7 horas dessa terça-feira, 19, até as 7 horas desta quarta-feira, 20, a Funceme registrou chuvas em 52 municípios do Estado. Barro e Aurora, no Cariri, tiveram as maiores precipitações com 89,6 mm e 66,5 mm respectivamente. Para o restante do dia está prevista nebulosidade variável com eventos de chuva no Centro-Sul do Estado. Nas demais regiões, há possibilidade de chuva.

Confira as 10 maiores chuvas por posto entre terça e quarta:

  • Barro (Posto Monte Alegre): 56.2 mm
  • Aurora (Posto Sítio Tipi): 43.5 mm
  • Aracati (Posto Aracati): 42.6 mm
  • Parambu (Posto Parambu): 35.0 mm
  • Ararendá (Posto Ararendá): 34.2 mm
  • Redenção (Posto Açude Acarape do Meio): 32.0 mm
  • Pereiro (Posto Pereiro): 31.2 mm
  • Granja (Posto Pessoa Anta): 30.0 mm
  • Umirim (Posto Umirim): 28.0 mm
  • Senador Sá (Posto Senador Sá): 27.0 mm

MARCELA TOSI Especial para O POVO