PUBLICIDADE
Notícias
ESQUEMA DE CORRUPÇÃO

Ex-prefeito de Missão Velha é alvo de mandado de prisão nesta terça, 12

Tardiny Pinheiro é investigado por fazer parte de esquema de corrupção que, segundo o MPCE, desviou mais de R$ 7 milhões

11:31 | 12/02/2019

O ex-prefeito de Missão Velha, Tardiny Pinheiro, é alvo de mandado de prisão decretada pelo Ministério Público do Ceará (MPCE), que realizou operação na manhã desta terça-feira, 12, no Município. O MPCE, entretanto, não confirmou a prisão de Pinheiro.

As investigações apontam para um esquema de corrupção na gestão do ex-prefeito, configurado pelo desvio de mais de R$ 7 milhões, repassados da Prefeitura para uma empresa de assessoria e digitação de forma irregular.

Outros dois mandados são destinados a duas ex-secretárias de Pinheiro. Também está em andamento o cumprimento de sete mandados de busca e apreensão, inclusive na sede da Prefeitura de Missão Velha.

Tardiny Pinheiro já havia recebido condenação por improbidade administrativa pelo Ministério Público em 2016, após comprovação de que ele atrasava, desde 2013, o pagamento do salário de servidores municipais. Na ocasião, ele perdeu o cargo e teve direitos políticos suspensos por três anos.

Os promotores de Justiça responsáveis pela operação ainda estão em diligências para o cumprimento das prisões. A operação é feita pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), do Ministério Público.

Redação O POVO Online