PUBLICIDADE
Notícias
fim do programa

Último edital do Mais Médicos ofertou 443 vagas para profissionais no Ceará

No País, 3.276 médicos já se apresentaram ou iniciaram as atividades

19:40 | 06/02/2019
(Foto: Divulgação/Portal Brasil)
(Foto: Divulgação/Portal Brasil)

Com o encerramento de novos editais para preenchimento das vagas deixadas por médicos cubanos, o programa Mais Médico tem em vigor sua última seleção. No processo seletivo atualmente vigente, são ofertadas 443 vagas no Ceará – para atender 115 cidades – e 8.517 no Brasil – para 2.824 municípios.

O edital foi publicado no último dia 20 de novembro e oferece salário de R$ 11.865,60. Antes da saída dos médicos anunciada pelo governo de Cuba em 14 de novembro, 118 cidades do Ceará contavam com o trabalho destes profissionais. Eles ocupavam 448 vagas do programa – cinco a mais que as ofertadas no processo seletivo iniciado naquele mês.

Fim dos editais

De acordo com a secretária de gestão no Trabalho e Educação em Saúde do Governo Federal, Mayra Pinheiro, a intenção é criar mecanismos que tornem áreas com baixa oferta de médico mais atrativas aos profissionais. Contudo, não há informações de como funcionaria esse modelo de carreira.

Ela ainda informou que os médicos atualmente contemplados na seleção atual terão os postos de trabalho garantidos até o fim dos respectivos contratos de três anos.

No edital lançado no fim do ano passado, a primeira chamada terminou com 69 vagas remanescentes no Ceará. A segunda deixou 21 vagas em abertas. Os números atualizados após essa fase não foram divulgados pelo Ministério da Saúde.

Brasil

No Brasil, de acordo com o Governo Federal, até a última segunda-feira, 4, 8.405 vagas estavam preenchidas, sendo que 3.276 profissionais já se apresentaram ou iniciaram as atividades. O edital de convocação segue aberto até a próxima sexta-feira, 8, para aqueles que possuem registro no Brasil.